Tratamento com Estimulação Magnética Transcraniana ou TMS

Estimulação Magnética Transcraniana ou TMS

É uma técnica moderna para o tratamento da depressão e de outras desordens psiquiátricas.

O método é indolor, não requer uso de medicações e é praticamente isento de efeitos colaterais. Consiste na colocação de uma bobina encostada à cabeça do paciente. Essa bobina emite pulsos magnéticos na região pré-frontal do cérebro que atravessam o crânio de forma semelhante à das ondas da Ressonância Magnética.

Quando atingem o neurônio, esses pulsos disparam um impulso nervoso, que é transmitido a outros neurônios. O campo de ação é bastante focalizado. Por exemplo, quando a bobina é colocada próxima à área motora do cérebro, o impulso emitido provoca a movimentação dos músculos da parte do corpo referente à área estimulada. Por isso a Estimulação Magnética Transcraniana (EMT) é uma das técnicas mais modernas: ela age diretamente na área afetada pela doença.

No caso da depressão e de alguns transtornos como o Obsessivo compulsivo, a área do cérebro estimulada é a pré-frontal dorsolateral. Os neurônios dessa região, ao serem atingidos pelos pulsos magnéticos, disparam impulsos nervosos para a liberação de neurotransmissores (serotonina, noradrenalina, dopamina, etc). Esta área, que se encontra com fluxo sanguíneo diminuído na depressão, volta a ter um funcionamento normal após o tratamento, o que pode ser constatado e visualizado com a técnica de Tomografia por Emissão de Fóton Único (SPECT).

O tratamento para a depressão requer em torno de 10 sessões em dias consecutivos, com duração de 40 minutos cada. O paciente pode vir desacompanhado pois não há nenhum comprometimento das funções cognitivas após a sessão. Ao contrário, geralmente uma sensação de bem-estar e de relaxamento segue-se à aplicação. O paciente permanece sentado e acordado durante todo o procedimento, ouvindo apenas um "clique" a cada pulso que é emitido.

O médico psiquiatra Dr. Roni Broder Cohen, especialista na área desde 1998, iniciou seus estudos com a aplicação dessa técnica na Universidade de Harvard, EUA, um dos mais importantes centros de estudo da Estimulação Magnética Transcraniana (EMT). Em outubro de 2000 trouxe o primeiro neuroestimulador ao Brasil.

Os resultados terapêuticos têm sido bastante animadores e satisfatórios. A maioria dos pacientes, muitos dos quais com quadros graves e resistentes ao tratamento farmacológico, atingem a melhora clínica de maneira bastante rápida.

Os exames laboratoriais solicitados aos pacientes são os de rotina, que incluem hormônios, função renal, hepática. Na nossa clínica o paciente será avaliado com escalas internacionais que quantificam diversos sintomas psíquicos e, principalmente, antes de cada sessão o paciente é avaliado através do neuroestimulador para determinar que áreas do cérebro estão mais excitadas ou inibidas.

 

Centro Brasileiro de Estimulação Magnética Transcraniana
Dr. Roni Broder Cohen CRM 58893 e Dra Maria Antonietta Frasson Leme 49479
Rua Itambé, 341 casa 12 Higienópolis
01239-001 São Paulo SP
Telefone 011-3255-7537

 

Perguntas e Respostas sobre tratamento com Estimulação Magnética Transcraniana ou TMS