Tricotilomania não é hereditária, não se preocupe. Várias perguntas.

Tratar Tricotilomania em São Paulo

Pergunta 1:

Trata-se do seguinte problema: minha ex-esposa sofre deste problema, a ponto de ser totalmente careca e usar peruca, já há vários anos, pelo que me parece desde os 15 anos de idade sofre de Tricotilomania.

A minha ex-sogra parece que na época do ocorrido tentou fazer de tudo sem sucesso, e depois de um certo tempo, o problema tornou-se um tabu que não se comenta mais, não se fala no assunto.

Minha ex-esposa se recusa a falar no assunto e trata tudo como se não existisse o problema. Enfim, um distúrbio gigantesco.

Agora que estudei mais a fundo o caso, estou preocupado com minha filha de 4 anos que vive com ela. Estou escrevendo para saber quais os riscos reais que minha filha estaria correndo.

Qual o risco dela vir a sofrer do mesmo distúrbio e qual o risco real dela viver com a mãe que tem este problema e esconde de tudo e de todos.

Gostaria de saber se existe o risco de minha ex esposa começar a arrancar os cabelos da própria filha e quais as chances da minha filha vir a sofrer desse distúrbio ou de outros possíveis.

Também gostaria de saber quais as medidas legais que posso solicitar para me precaver de tais problemas futuros.

Posso solicitar avaliação psiquiátrica da mãe? Até que ponto esse problema poderia intervir ao meu favor numa ação de guarda judicial da criança? Enfim estou realmente preocupado com minha filha e gostaria da sugestão do doutor para me auxiliar neste assunto.

Resposta:

Tricotilomania não é hereditária, não se preocupe. Não tem porque sua esposa começar a arrancar os cabelos da filha, pelo menos que eu saiba, isso não existe (mas existem meninas que começaram a Tricotilomania arrancando cabelos de bonecas).

Quanto à questão legal, marque uma consulta com a Dra. Susan Mondoni, que é Psiquiatra Infantil e Forense.

 

Pergunta 2:

Tenho 34 anos e tenho Tricotilomania deste a minha adolescência. Tenho uma bebezinha de 1 ano e tenho percebido que ela tem puxado o cabelo algumas vezes por dia. Gostaria de saber se esta doença pode ser hereditária?

Resposta:

Poder, pode, mas é muitíssimo (mesmo !!!) improvável.

 

Pergunta 3:

Tenho os sintomas da Tricotilomania há alguns anos, não só eu, mas minhas 3 irmãs também. Minha avó também tem os mesmos sintomas e até já apresenta falhas no cabelo.

Comecei a arrancar meus cabelos depois de ver minha prima fazendo isso. Pode ser hereditário? É muita coincidência tantas pessoas na mesma família apresentarem os sintomas.

 

Resposta:

Não que seja hereditário. Com certeza não todos os membros da família sofrerão de Tricotilomania, mas certamente, existem famílias com mais incidência.

Às vezes até mesmo por imitação.