Mania de contaminação do TOC

Pergunta:

Ela tem, porém os outros sintomas que ela apresenta são os de nojo de tocar em pessoas ou até mesmo em objetos que em algum momento foram colocados ou até mesmo encostados no chão, mesmo que o objeto não tenha sido realmente encostado ela sente nojo dele e fica com medo de se encostar.

Se algo cai no chão ela não o junta de maneira alguma, sente nojo de tocar nos pés, de sentar em bancos.

Estes nojos se abrangem a partir do momento em que a pessoa ou o objeto for encostado em outro local ou pessoa, quando ela não consegue evitar acaba tendo que tomar banhos muito demorados para limpar-se. Em nenhum instante vi tremores, batimentos cardíacos acelerados ou Pânico nestes momentos, ela simplesmente não deixa que eu a toque e espera chegar em casa para tomar banho.

Ela possui, segundo os dados obtidos no site, sintomas parecidos com o da Fobia Social. Eu digo parecido, pois o retraimento, a exclusão, o medo de ir a certos lugares, como o centro da cidade, e de passar por locais muito estreitos.

Resposta:

Esse quadro sugere muito mais um Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC) com rituais obsessivos decorrentes do medo de contaminação do que Fobia Social. Pelo que você escreve, ela tem, além do TOC de contaminação, sintomas de Ansiedade e Claustrofobia em determinadas situações.

 

Pergunta:

Aos 17 anos comecei a ter medo de dormir e morrer, de ter tomado remédio, de me contaminar com qualquer sujeira, de pegar AIDS ou outras doenças. Se eu apagasse o caderno tinha medo daquele pó solto pela borracha vir no meu nariz e eu aspirá-lo para o meu pulmão e morrer, tinha vários tiques.

Só confiava em minha mãe. Tinha alguns pensamentos suicidas e medo de morrer ao mesmo tempo.

Via meus pais deitados, imaginava-os dentro de um caixão com algodões nas narinas, não queria pensar naquilo, mas meus pensamentos eram mais fortes.

Primeiramente fui a uma Psicóloga, ela não diagnosticou o que eu tinha, me passou uns Antidepressivos (Kawa Kawa), mas de nada adiantou.

Depois fui a um terapeuta, comecei fazer Reiki, as seções me ajudavam muito, mas logo voltavam os transtornos e obsessões.

Finalmente fui a um Psiquiatra, ele logo de cara fez o diagnóstico: sabe o que você tem? TOC.

Me receitou Cloridrato de Sertralina. Comecei tomar e após duas semanas já comecei ter alguns sinais de melhora.

Continuei o tratamento por aproximadamente 8 meses, ainda tinha medo de dormir e morrer, tinha que ficar na cama esperando mais ou menos 1 hora para ter certeza que não tinha tomado nenhum tipo de medicamento.

Mesmo assim após esses oito meses interrompi o tratamento por conta própria.

Após quarto meses sem tratamento começaram voltar as obsessões e os pensamentos suicidas.

Voltei ao médico e recomecei o tratamento, já faz mais de um ano que estou tratando novamente.

Hoje tenho 19 anos e ainda tenho algumas obsessões, mas consigo controlá-las e levo uma vida normal.

Perguntei ao meu médico quanto tempo ainda vou ter que continuar o tratamento e ele disse que não sabia.

Quanto tempo você acha que pode durar este tratamento de acordo com esse depoimento?

Para outras pessoas que estão começando o tratamento agora, não desistam vão até o fim que vale a pena! Hoje eu levo uma vida normal!

Abraço e parabéns pelo site!!! Por favor, envie a resposta ao meu e-mail. Obrigado!

Resposta:

Parabéns por ter insistido no tratamento. Tente acabar com esse TOC que te trazia Pensamentos Obsessivos inclusive de contaminação.

Os sintomas que sobraram provavelmente passarão com ajuste de dose ou com acréscimo de outro medicamento ou com TCC (Terapia Cognitivo Comportamental).

Quanto tempo você vai precisar os remédios não se sabe, mas é por vários anos. O importante é que você leva uma vida normal.

 

 

Pergunta:

Eu posso ter TOC com apenas um sintoma? Tenho 15 anos e há mais de um ano eu evito tocar em objetos, até em pessoas, porque eu acho que estão sujos. Lavo as mãos muitas vezes ao dia, limpo a roupa, a parte do corpo e os objetos onde os outros encostam.

Não é com todos e nem tudo, já tentei parar, mas não consigo. Se for TOC que especialista eu devo procurar?

Resposta:

Pode ser sim um TOC de contaminação. Esse medo de contaminação é um sintoma importante e muito freqüente no TOC. Peça para teus pais te levarem num Psiquiatra.

 

Pergunta:

Sei que me pediram pra não escrever muito, mas não teve jeito. Não precisam publicar, só me respondam. Obrigada. Assistindo a uma matéria na TV, fiquei pensando nas minhas manias e o quanto elas me incomodam. Gostaria de saber se isso é TOC ou apenas manias mesmo.

São elas: odeio amarelo, pois acho que esta cor representa desespero, por isso já joguei fora um copo plástico que tinha em casa.

Na minha gaveta da cozinha tenho colherinhas azuis e amarelas, só consigo utilizar as azuis.

Quando lavo louça, começo lavando uma peça, mas na hora de enxaguar começo pela última peça que ensaboei, pois acho que os últimos serão os primeiros.

Já faz algum tempo comecei a lavar as mãos várias vezes (não muitas) por dia utilizando o sabonete Protex para matar as bactérias. Mas isso já não acontece.

Olho placas de carro com números iguais: por exemplo, 55 = ele me ama, 33 = ilusão e fico olhando cada vez que ando na rua, mas não é repetidamente, mas sempre olho.

Quando o número é bom eu fico boa, mas se o número não é bom como o 33, fico muito ruim.

Também não gosto de ver este número em outros lugares como horas (18:33). Gosto das coisas bonitas e de cores alegres.

Meu namorado me leva para almoçar ou jantar, se o lugar não for do jeito que eu gosto, vou achar que a comida é ruim, e ela acaba sendo, mas só pra mim, meu namorado sempre acha que está boa.

Também acho que muitos lugares (restaurante e bares) não são higiênicos o bastante e aí não quero comer nesses ambientes.

O que está mais me incomodando é o pensamento sobre cobras (só de escrever já me sinto mal). Acho que cobra representa traição. Tenho namorado e sempre que vejo cobra na TV ou na Internet, tenho o pensamento que ele está me traindo.

Se eu sonho com este bicho então (como esta noite), acordo na madrugada e não consigo dormir.

Cheguei a enviar um e-mail para a TV Record, para que eles mudassem as matérias daquele rapaz Richard do Domingo Espetacular, pois ele só mostra cobras, e eu tenho que mudar o canal cada vez que as imagens aparecem.

Não recebi resposta, óbvio. Já contei para algumas pessoas, mas achei que era normal, ate dei risada, mas depois da reportagem me assustei um pouco. Obrigada pela atenção e aguardo breve retorno.

Resposta:

Olá Eliane, você precisa ir a um psiquiatra e tratar esse TOC. Um dos critérios mais importantes para classificar um TOC não é a gravidade dos sintomas, mas sim quanto tempo u=o paciente perde na vida executando os rituais ou controlando os Pensamentos Obsessivos.

Você já parou para pensar quanto tempo e energia esse TOC te consome?