Mesmo quando não quero obedecer meu TOC acabo obedecendo

Tratar TOC em São Paulo

Pergunta:

Fui diagnosticado de TOC desde criança, mas não é isso que mais me incomoda hoje em dia, nem a depressão causada por não suportar o TOC, e sim sentimentos ou sintomas dos quais nunca ouvi falar a respeito que tentarei explicar com a maior fidelidade. Quando começa a nascer em mim um sentimento de satisfação, vem um bloqueio mental que me causa muito desconforto como, por exemplo, quando começo a gostar de estar escrevendo algo qualquer, é como se, aquilo fosse ruim para minha saúde e meu próprio corpo mandasse uma "resposta" ou "reação" para aquela satisfação parar abruptamente!

Também não consigo focar em nada e quando tento, sinto um desconforto e um mal estar muito grande que são tão constantes que já desisti de tentar focar nas minhas aulas, por exemplo:

  • Sinto um desconforto no lado esquerdo do corpo e algumas manifestações físicas como o lado esquerdo do pescoço repuxar!

  • Quando estou lendo e passa alguma informação na minha cabeça ela estala algumas vezes rapidamente, e, às vezes sinto minha cabeça ser enxaguada por um líquido frio, ou começar a pulsar, me dando alívio, como se estivesse se desprendendo de algo.

  • Meu modo de ver a vida muda a cada dia um pouco, o que me deixa perplexo, é como se meu cérebro descobrisse novamente algumas coisas que já sabia.

Não devo ter colocado tudo, mas com o que apresentei gostaria de uma luz, um parecer que possa me mostrar que existe pessoa que sabe o que está acontecendo.

Tomo por dia 3 comprimidos de 100 mg de Luvox, 2 de Trileptal 300 mg, 250 mg de Socian e 3600 mg de N-Acetilcisteína.

Já tive episódios psicóticos por pouco tempo, fui diagnosticado com Despersonalização, TOC e Depressão, além de Bipolaridade tipo 3. Por favor, peço retorno dessa mensagem.

Muito obrigado e parabéns pela iniciativa e dedicação no site!

Resposta:

Esses pensamentos intrusivos se chamam Pensamentos Obsessivos, como você já deve saber, e fazem parte do TOC.

Essas sensações físicas são muito difíceis de tratar.

Se teu Psiquiatra está te administrando N-Acetilcisteína, imagino que ele seja muito experiente, pois poucos médicos conhecem esse tratamento.

Não sei que neurolépticos e Antidepressivos você tomou antes do Luvox e do Socian, mas eu tentaria um por um até achar aquele que combate bem esses sintomas.

Os pacientes perguntam “então vamos ter que fazer experiências?”. Minha reposta é: ainda bem que existem muitas possibilidades de tratamento para experimentar até achar aquela ideal para você.

 

Pergunta:

Confio no meu psiquiatra mas tenho uma dúvida.

Tenho 25 anos. Estou fazendo um tratamento de depressão há cerca de 15 dias com Fluoxetina e Frontal.

Ontem durante essa conversa eu comentei de alguns hábitos repetitivos ou manias que já existiam antes da crise depressiva e que persistem hoje.

  • Arrumo o quarto sempre na mesma ordem.

  • Durmo na mesma posição (mesmo que essa não seja a mais confortável)

  • Manias alimentares.

  • Eu só como determinadas coisas, em determinados horários.

  • Por exemplo, eu só como pão integral e quando eu como, eu corto a fatia que eu vou comer em seis pedaços mais ou menos do mesmo tamanho, e como numa determinada sequência. Sempre.

  • Quando eu vou almoçar, eu começo pelo tomate, que é cortado em pedaços minúsculos e vou seguindo sempre a mesma ordem.

  • Dobrar as cobertas sempre na mesma ordem... Esse tipo de coisa.

Esses são alguns exemplos.

Essas manias começaram há uns dois anos atrás quando eu comecei um regime alimentar. Eu pesava 61 kg e hoje eu estou com 41.

As manias acabaram saindo da dieta e foram para o resto das coisas.

Eu não acho que se eu não seguir esses rituais eu ou alguém vai morrer.

Mas eu já percebi que mesmo quando eu quero não fazê-los, eu faço assim mesmo.

Eles de certo modo me controlam.

Só que ontem como eu estava muito nervosa eu não consegui descrever isso tudo para o meu psiquiatra. Isso é TOC?

Tem alguma coisa relacionado com meu quadro depressivo?

Perdoe-me o e-mail gigantesco, mas gostaria também de agradecer muito, muito mesmo, vocês pela manutenção desse site.

Ele tem me ajudado enormemente. Agora eu tenho esperança de melhorar, graças ao trabalho de vocês.

Acabei de me lembrar: sobre a questão do TOC, eu tenho roído as unhas desde os seis anos de idade, e quando eu li sobre manias de comer as pontas dos dedos, comprar compulsivamente, tiques nervosos, eu percebi que uma grande parcela da minha família materna apresenta um desses sintomas.

Inclusive a minha mãe (que também faz tratamento de depressão há mais de um ano, com Verotina) isso é genético, ou é só coincidência?

Resposta:

Muito interessante. O problema é que seu problema principal é o TOC desde criança. Quem tem TOC está sujeito a ter depressões mesmo.

Só que o foco principal do tratamento deve ser o TOC, que é mais difícil de tratar do que a Depressão.

A Fluoxetina pode até ser uma das opções terapêuticas, mas em doses bem maiores que na Depressão.

Com relação à sua mãe ter os mesmos sintomas, não é coincidência não. Existem alguns fatores genéticos, mas que fique bem claro que nem todos os familiares sofrerão dessa doença.