Tratar Déficit de Atenção em São Paulo

Pergunta:

Nossa filha comete erros em seus temas escolares nas coisas mais simples e impossíveis de serem erradas.

Nossa visão meio de outras crianças é normal, ela não possui dificuldade de relacionamento e é muito inteligente e esperta.

Ela tem 7 anos e esta estudando na 2ª série, desde a 1ª série ela vem apresentando problemas com os estudos.

Ela faz as contas matemáticas pela metade e parece não perceber o seu erro, ela pode fazer 20 contas hoje e fazer tudo certo, mas no dia seguinte em 5 contas podem ser encontrados no mínimo 2 erros, pode errar também no escrever uma frase.

Ela possui uma facilidade em aprender qualquer coisa, fazê-la várias vezes sem problema, mas de repente começa a errar em coisas simples, nosso diagnóstico poderia ser de falta de atenção.

Ela possui o seguinte perfil:

  • Não enxerga detalhes e faz erros por falta de cuidado.
  • Tem dificuldades em manter a atenção.
  • Tem dificuldades na organização e asseio com suas coisas escolares.
  • Freqüentemente perde objetos e não se recorda onde os colocou.
  • Distrai-se com facilidade.
  • Esquecimento nas atividades rotineiras.
  • Tem dificuldade em permanecer sentada.
  • Quando vai fazer seus temas, em casa, a cada minuto ela vem conversar conosco, na escola a professora informou que esse problema não existe.
  • Interrompe conversas e se intromete.
  • É imprevisível em suas tarefas, hoje pode estar tudo bem, mas amanhã não se sabe.
  • Não tem noção do perigo.
  • Fica desorientada em algumas situações, por exemplo, quanto o telefone e o interfone tocam ao mesmo tempo.
  • Aprende com os erros passados, mas às vezes esquece.
  • Geralmente, durante seus temas escolares, percebemos que ela parece estar no mundo da lua.
  • Ela faz uma atividade e de repente para, parece estar voando.

Acredito que alguns desses itens podem ser normais para uma criança, mas todos juntos não parecem ser normais.

Preciso de mais informações e orientação, pois toda essa situação está nos enlouquecendo.

Resposta:

O quadro que você descreve é compatível com Déficit de Atenção (TDAH).

Aí no Rio Grande do Sul existem muitis especialistas em TDAH.

Se uma criança com TDAH começa a se tratar bem cedo, a vida escolar, familiar e social decorre com muito mais facilidade e terá menos sequelas comportamentais e de autoestima no futuro.