Na escola acham que ele é Bipolar porque você fala, ele esquece.

Tratar Déficit de Atenção em São Paulo

Pergunta:

Minha dúvida diz respeito a duas doenças que me parecem opostas. Uma criança que apresente Hiperatividade e Hipotireoidismo. Como ficam os sintomas? E a medicação?

Aguardo resposta. Obrigada.

Resposta:

Não são nem opostas.

São duas doenças completamente diferentes, que acometem órgãos diferentes, com sintomas diferentes e tratamentos diferentes.

Leia sobre Hiperatividade e Déficit de Atenção.

 

Pergunta:

Tenho 28 anos e 2 filhos um de 10 anos e uma de 2 anos, venho enfrentando uma batalha para educar meu filho de 10 anos. Não estou conseguindo, por isso peço ajuda de vocês.

Ele vem apresentando um comportamento totalmente inadequado.

Ele já fez tratamento psicológico por 3 anos, foi diagnosticado como Hiperativo, porém, seu comportamento vem se agravando gradativamente, não tem amigos, difícil a convivência, na escola não deixa a professorar dar aula, a professora começa o exercício ele já dá a resposta não consegue copiar nada da lousa, não pode ficar sozinho porque apronta contra ele mesmo, uma vez colocou fogo para fazer um balão subir e queimou a testa, semana passada estava tentando escalar do quintal até a laje com uma corda.

Na escola acham que ele é Bipolar porque você acaba de falar ele esquece, não se concentra, está agressivo, ao mesmo tempo é amável.

Não sei mais o que fazer, preciso de uma ajuda, ajudem salvar meu filho, não quero perde-lo para o mundo.

Resposta:

Sintomas como estes que você relatou são bastante inespecíficos nas crianças que apresentam algum tipo de sofrimento emocional ou psíquico, mas com certeza merecem muita atenção, pois podem definir o curso da vida desta criança, com relação ao seu futuro.

Somente uma avaliação é capaz de estabelecer o correto diagnóstico e, a partir daí, o tratamento mais adequado. De qualquer forma, tanto a Hiperatividade quanto o Transtorno Afetivo Bipolar são alterações do funcionamento de determinadas áreas cerebrais.

Na maioria das vezes, necessitam de medicações para que o reequilíbrio seja restabelecido.

Dra. Susan Mondoni