Tratar Pânico com Lexapro, Reconter, Escitalopram

Pergunta:

Olá doutor! Tive uma crise de ansiedade muito forte que acabei entrando com o pânico, fui a psiquiatra e ela me receito Reconter com 10 mg. Ao passar 1 mês retornei e avisei a ela que obtive alguma melhora, mas ainda não me sinto 100%. Então, ela me receitou Rivotril antes de dormir. É normal o Reconter em 1 mês não ter feito todo o efeito? Vejo pessoas falando que em 15 dias já se sentem ótimas! Obrigado

Respostas:

Realmente, muitos pacientes sentem melhora da ansiedade com 15 dias de Lexapro, mas nem todos. Às vezes o paciente precisa dose maior, às vezes precisa terapia junto, além disso o Reconter, como qualquer medicamento, não serve para todo mundo.

 

Pergunta:

Estou fazendo o uso do Reconter 20 gotas ao dia e Stilnox 10 mg para dormir. Só que de uns tempos pra cá tenho ficado muito agitada, ansiosa e já tive uns 3 ataques de pânico do nada. Nesses momentos tomei o Stilnox e me acalmou, porem passei a fazer uso contínuo dessa medicação porque sinto que o Reconter associado com o Stilnox me faz bem e fico tranquila.

Porém acho que não seja a forma mais adequada de ministrar essa medicação, sendo que a função dele é pra uso de quem tem insônia. Qual remédio seria ideal para associar ao Reconter que possa me dar mesma sensação de tranquilidade que o Stilnox?

Resposta:

Realmente, não tem sentido você melhorar do Pânico com uso contínuo de Stilnox, porque ainda vai ficar dependente dele.

Peça para seu Psiquiatra mudar o Reconter ou aumentar a dose. Também discuta com ele uma Psicoterapia seria útil para você

 

Pergunta:

Doutor, tomo Exodus 10 mg há 2 anos. No último mês minhas crises de pânico voltaram e a psiquiatra aumentou para 15 mg. Tomei por 17 dias, mas não suportei os efeitos colaterais.

Voltei para os 10 mg, mas os efeitos ainda continuam. Tem 6 dias que voltei para os 10 mg. É normal? Esses efeitos demoram para passar? Muito obrigada!

Resposta:

Com tantas opções de medicamentos para tratar Transtorno do Pânico, fora a questão da Terapia, se você teve recaída com a mesma dose de Exodus (Escitalopram, Reconter, Lexapro) que tomava por dois anos e depois não tolerou a dose maior, porque não trocar de medicamento?

 

Pergunta:

Olá, doutor! Estou fazendo uso do Reconter gotas, para tratar a Síndrome do Pânico, comecei gradativamente e agora o médico aumentou a dosagem de 20 gotas para 25 gotas, (porque durante o tratamento que já vai para três meses, tive algumas leves crises) e me preocupei, pois li na bula que o máximo é 20 gotas.  Obrigada.

Resposta:

Muitos pacientes precisam mais de 20 gotas (20 mg) de Reconter (Escitalopram, Lexapro) mesmo. Não havendo efeitos colaterais e tendo boa eficácia, geralmente não tem problema.

 

Pergunta:

Faço uso de Escitalopram há mais de um ano pra resolver crises de Pânico e Depressão e fiz exames hormonais que apresentaram um ACTH maior que 400, porém Cortisol normal.

Gostaria de saber se o uso desse medicamento pode causar essa alteração? Obrigado.

Resposta:

Não, o Escitalopram (Lexapro, Reconter, Esc), etc. não aumenta o ACTH. Investigue com um Endocrinologista.

 

Pergunta:

Tive meu primeiro Ataque de Pânico aos 22 anos. Comecei a tomar Lexapro 10 mg e Rivotril 0,5 mg. Tomei por longos períodos, com pouco acompanhamento psiquiátrico. Acabei deixando a medicação do Lexapro por um tempo, sem maiores prejuízos, tomando apenas Rivotril. Senti falta dela neste ano e voltei a tomar.

Porém, há poucos meses, não consegui mais o Lexapro e estou tomando Reconter 15 mg. Com a mudança para o Reconter, me sinto com vários sintomas de Pânico. Isso pode acontecer?

Resposta:

O Reconter é de excelente qualidade e geralmente os pacientes mudam de Lexapro para Reconter e vice versa sem problemas, mas algumas pessoas notam diferença na eficácia sim. O Lexapro tem um programa de desconto, que torna ele bem mais barato que o preço “de tabela”.

Pergunta:

Olá querido, estou surpresa com os milhares de declarações deste site, é impressionante o número de pessoas que passam por este transtorno, mas a maioria tem medo e vergonha de comentar no dia a dia.

Gostaria de saber sua opinião sobre o Lexapro, para tratar Síndrome do Pânico e o Alprazolam durante as crises mais fortes, pois já fiquei afastada do trabalho por um tempo e não quero mais, gostaria de continuar trabalhando e me tratando e se para isso o Escitalopram funcionaria sem muitos efeitos colaterais, já o tomei por cinco meses, mas resolvi parar, pois achava que estava bem, grande engano, agora as crises voltaram e muito mais fortes.

Tenho 28 anos, sou mãe de uma filha de 1 ano e oito meses, sou, quero continuar a ter uma vida normal, pode me ajudar em relação à medicação?

Parabéns pelo site, ajuda muito as pessoas que não tem muito conhecimento sobre a doença! Obrigado e sucesso.

Resposta:

Lexapro e Alprazolam (Apraz, Frontal) são ótimas opções, mas não quer dizer que são bons para todo mundo.

 

Pergunta:

Boa tarde Dr. Rubens Pitliuk, tenho Síndrome do Pânico com todos os sintomas já citados anteriormente, estou tomando Exodus a mais ou menos uns 20 dias e ainda sinto os sintomas, mais amenos, mas ainda sinto. Isso é normal?

Resposta: 

Você já deveria ter melhorado. Teu Psiquiatra provavelmente irá trocar de remédio e/ou recomendar uma Psicoterapia.

 

 

Pergunta:

Tenho Pânico e Depressão, tomo 30 mg de Lexapro e mesmo assim não me sinto 100 %. O remédio me deixa sem atenção, meio lerdo de tudo e não destrói a ansiedade. O estranho é que quando tomo Rivotril, a ansiedade passa, minha concentração aumenta e o humor dá uma revigorada também.

Andei pesquisando sobre isso, qual o motivo? O impulso neuronal é retardado o que permite a recomposição do estoque de Serotonina? Tenho receio de ficar dependente do Rivotril, a Trazodona poderia substitui-lo nesse papel?

E quanto à associação de Ritalina, ela é ruim para quem sofre de ansiedade ou pode haver casos em que há melhora?

Resposta:

Pelo jeito essa dose alta de Lexapro não está funcionando. Melhorar com Rivotril é muito comum, o problema é que ele não serve para uso prolongado. Peça para teu médico trocar de Antidepressivo ou associar TCC (Terapia Cognitivo Comportamental).

A Ritalina pode sim piorar a ansiedade. E já que você tem essa melhora tão grande com Rivotril, reavaliem se é mesmo uma Depressão ou um problema de ansiedade muito forte.

 

Pergunta:

Olá, doutores! Eu tenho Síndrome do Pânico há mais de dez anos e faço acompanhamento psiquiátrico. Tomo 15 mg de Escitalopram (Lexapro, Reconter) e 0,5 mg de Rivotril.

Também faço TCC (Terapia Cognitivo Comportamental) quinzenalmente. Estou com vontade de engravidar, mas me sinto insegura, com milhões de pensamento antecipatórios e negativos.

Será que posso engravidar tomando algum remédio? Pois não consigo me ver livre deles.

E o pior é que me sinto inferior por não conseguir realizar determinadas coisas como engravidar, dirigir... Aguardo a resposta.

Resposta:

Desculpe, mas depois de 10 anos de tratamento você ainda sente esses sintomas todos? Acho que você deveria sentar com teu Psiquiatra e reavaliar todo o tratamento. Claro que pode engravidar tratando, é só tomar os remédios aprovados para serem usados na gravidez.

 

Pergunta:

Olá, tive Síndrome do Pânico há um ano e meio e tratei com Exodus 20 mg. Melhorei. Porém, agora estou com Depressão.

Meu médico associou Wellbutrin por eu relatar fadiga. Depois de 1,5 mês não tive muita melhora e ele associou Pristiq 100 mg ao Escitalopram 20 mg.

Agora que relatei a ele que estou tendo ejaculação precoce, ele me pediu para trocar o Exodus por Pondera 30 mg. É uma combinação boa?

Pristiq com Pondera? Ou melhor, Wellbutrin e Pondera? Queria o melhor resultado para Depressão com fadiga e ejaculação precoce. Obrigado!

Resposta:

Vamos lá. Exodus e Escitalopram são a mesma coisa (como Lexapro, Reconter). Ele é bom mesmo para ansiedade, Pânico e também funciona em ejaculação precoce.

Wellbutrin (ou Bupropiona, Bup, Zyban, Zetron) realmente é um Antidepressivo que ajuda muito na fadiga, mas não melhora a ejaculação precoce. A maioria das pessoas precisa 300 mg por dia.

O Pondera é a Paroxetina (Aropax. Paxil CR, Praxetina, Cebrilin, etc.) Excelente para ansiedade, Pânico, ejaculação precoce e Depressão.

Pristiq também, e é mais ativador do que o Escitalopram e a Paroxetina. Concluindo, é uma série de remédios bons e eficazes.

O problema é que nem sempre precisa fazer combinações para ter um resultado bom que resolva todos esses problemas.

Mas não seria ético eu recomendar qual é o teu tratamento ideal específico para teu caso. Não conheço detalhes do seu problema e acredito que teu Psiquiatra deve ter os motivos dele para sugerir essas combinações.

 

Pergunta:

Tive meu primeiro ataque de Pânico aos 22 anos. Comecei a tomar Lexapro 10 mg e Rivotril 0,5 mg. Tomei por longos períodos, com pouco acompanhamento psiquiátrico.

Acabei deixando a medicação do Lexapro por um tempo, sem maiores prejuízos, tomando apenas Rivotril. Senti falta dela neste ano e voltei a tomar. Porém há poucos meses, não consegui mais o Lexapro e estou tomando Reconter 15 mg, amostra grátis.

Com a mudança para o Reconter, me sinto com vários sintomas de Pânico. Isso pode acontecer?

Reposta:

O Laboratório Libbs é muito bom e sério, portanto a qualidade do Reconter é igual à do Lexapro. Mas sem dúvida existem pacientes que se dão melhor com o original (no caso o Lexapro) do que com os similares, como por exemplo, Exodus, Reconter, Sedopan, Serolex, Escilex, Esc, Neuropram, Espran, Astrale.