Tratamento de Pânico com Brintellix

Tratar Pânico com Brintellix

Pergunta:

Trato Síndrome do Pânico há muitos anos e já tomei inúmeros Antidepressivos Tricíclicos e IRS (Inibidores de Recaptação de Serotonina). Há 3 anos tomo Imipramina (Tofranil) 50 mg por dia por causa da amamentação.

De 6 meses para cá, por causa da dose pequena, tive piora dos sintomas, associados a uma Depressão.

Há três meses tenho tomado Brintellix.

Há dois meses comecei a reduzir a dose da Imipramina para 25 mg e a nove dias parei totalmente, tomando apenas com Brintellix, que foi reduzido para 5 mg.

Cinco dias depois de parar a Imipramina estou apresentando um quadro terrível de volta dos sintomas, que estou associando à abstinência da Imipramina.

Até então estava me sentindo excelente com o Brintellix. Qual sua opinião?  Obs.: Estou gostando do Brintellix... nenhuma reação adversa...mas não esperava essa abstinência terrível. OBRIGADO querido...

Resposta:

Precisa ver se o que você sente é realmente abstinência de Imipramina ou se é recaída. É mais provável ser recaída. Hipótese: enquanto você tomava 5 mg de Brintellix mais 25 de Tofranil, estava bem, agora sem Tofranil possivelmente você precisa de dose maior de Brintellix. A maioria dos pacientes toma 10mg de Brintellix e alguns precisam 20 mg.

 

Pergunta:

Olá. Faço tratamento para Síndrome do Pânico e depressão há muitos anos. Já tomei diversos remédios em períodos diferentes. Com a última psiquiatra que ia ha uns três anos tomava 30 mg de Exodus mais 100 mg de Pristiq, e até que estava bem, porém por uma questão de horário e distância mudei de psiquiatra, parei o Exodus e o Pristiq e passei a tomar 20 mg de Brintellix.

As crises voltaram bem agudas e agora o médico mandou tomar 0,5 mg de Rivotril junto com o Brintellix.

Esse psiquiatra que estou indo fez duras críticas à medica anterior, disse que 30 mg de Exodus mais 100 mg de Pristiq era um exagero e perigoso, que não existem estudos para embasar essa associação.

Porém agora estou tendo que usar o Rivotril o que não queria por ser Tarja Preta.

A associação de Exodus e Pristiq é mesmo perigosa? É melhor "exagerar" nos antidepressivos ou diminuir e ficar com o Rivotril também? Estou muito confusa, não sei em que médico acreditar.

Resposta:

Como você vai ler na pergunta abaixo, ainda não se sabe muito bem se o Brintellix é eficaz no Transtorno do Pânico.

Não que 100 mg de Pristiq mais 30 mg de Exodus seja um exagero nem perigoso para sua saúde, desde que você não estivesse sentindo efeitos colaterais nem tivesse alterações nos exames de sangue.

Mas que é uma mistura não usual, isso é verdade.

Mas porque limitar o tratamento do Pânico em Exodus, Pristiq ou Brintellix se existem tantas outras opções?

Pergunta:

Há dois anos faço uso do Escitalopram para Síndrome do Pânico, troquei de Psiquiatra e ele trocou o Escitalopram 10 mg, por Brintellix 10 mg, mas li a bula e é indicado para depressão e eu gostaria que me respondesse, por favor, se esse medicamento serve para Depressão e Pânico também, obrigada pela atenção.

Pergunta:

Faço tratamento para Síndrome do pânico e depressão ha 12 anos com Pondera (Paroxetina) e Rivotril. Mas notei há alguns meses uma enorme irritabilidade, agressividade, engordei mais de 10 quilos, ou seja, minha ansiedade aumentou.

Minha médica receitou Brintellix 10 mg e Depakote 500 mg.

Gostaria de saber sobre estes medicamentos. Estou tomando ha um mês e não percebi nenhuma melhora. Pelo contrário, meu pânico voltou e tenho dores de cabeça. Quanto tempo necessário para perceber resultado?

Obrigada!

Resposta:

Ainda não se sabe se o Brintellix é eficaz em Síndrome do Pânico, pois ele é muito novo.

Muitos antidepressivos funcionam muito bem em Transtorno do Pânico.

Até agora o Brintellix é considerado um medicamento que nem provoca ganho de peso nem queda de libido.

O Depakote não tem muita função em Pânico, embora ajude a controlar a agressividade e irritabilidade.

Um mês é tempo de sobra, provavelmente seu tratamento precisa ser mudado.