Tratamento de Pânico com Anafranil, Clomipramina, Clo.

Tratar Pânico com Anafranil

Pergunta:

Dr. Rubens Pitliuk, tive diagnóstico de Síndrome do Pânico há quinze anos e fazia tratamento com Anafranil, que, para mim, é o que há de melhor. Há três meses troquei de Psiquiatra e este, é totalmente contra o uso desse medicamento, pois gosta mais dos modernos; ele me tirou Anafranil, tentou usar Bup e agora Assert.

Antes com Anafranil, só ele me bastava, agora me vejo tomando, além do Assert, o Frontal, e comecei apresentar crises de pressão alta. Quero meu Anafranil e minha vida normal de volta...

Resposta:

E você tem toda razão!

  • Bup (Bupropiona, Wellbutrin SR, Wellbutrin XL, Zetron) é um Antidepressivo Dopaminérgico e ativador que pode piorar a ansiedade e o Pânico.
  • Assert (Sertralina, Zoloft, Tolrest, etc) é um Antidepressivo Serotoninérgico muito bom para tratar Pânico, mas não quer dizer que seja melhor que o Anafranil.
  • Remédio moderno não quer dizer remédio melhor.

  • Se você estava bem com Anafranil e sem efeitos colaterais desagradáveis, não existe nenhum motivo para trocar por remédio “mais moderno”.

 

Pergunta:

Boa noite, tenho Síndrome do Pânico e o meu psiquiatra me recomendou Clomipramina (Anafranil) de 10 mg, ele mandou que eu tomasse pela manhã, porém faço uso de Losartana 50 mg e Vaslip 10 mg. Gostaria de saber se pode ocorrer algum problema tomando junto com essas medicações.

Resposta:

Geralmente não há problema, mas siga a orientação do teu médico.

 

Pergunta:

Estou tomando Anafranil 150 mg já faz 20 dias e tenho tido ataques de ansiedade freqüentemente e todos os dias. Estou tomando Rivotril para amenizar essa piora inicial.

Queria saber se o Anafranil demora muito para fazer efeito ou então ele não está sendo eficiente no tratamento do Pânico, pois parece que estou piorando.

Devo esperar mais um pouco ou trocar de remédio?

Resposta:

20 dias já era tempo suficiente para o Anafranil funcionar. 20 dias não é mais Piora Inicial.

Provavelmente o Anafranil não é o remédio ideal para tua Síndrome do Pânico.

 

Pergunta:

Dr. Rubens Pitliuk, gostaria de saber se os remédios usados no tratamento do Pânico (Rivotril, Anafranil, etc.) causam diminuição do poder de raciocinar transitória ou permanentemente, e se também causam aumento de peso. Grato pela atenção.

Resposta:

Não deveriam ter esses efeitos colaterais nem transitória nem permanentemente.

O Anafranil depois de muitos meses ou anos de uso, em doses altas, de mais de 75 mg pode às vezes provocar ganho de peso.

O Rivotril, conforme a dose, pode prejudicar a memória, concentração e raciocínio, mas aí é só questão de ajuste de dose.

 

Pergunta:

Gostaria de saber se é normal depois de 45 dias de tratamento da Síndrome do Pânico com Anafranil 25 mg e Rivotril 0,5 mg ainda estar tendo parestesias, sensações esquisitas no corpo?

Resposta:

De jeito nenhum. Já era para ter passado.

 

Pergunta:

Fico feliz em poder ler as experiências de outras pessoas com o mesmo problema, isso é confortante, pois ficamos sabendo de sintomas diferentes sobre a Síndrome do Pânico. Minha dúvida é: tomei Anafranil 25 mg e Frontal 0,5 mg por 10 meses e durante esse tempo, não senti nada...

Parei para engravidar e não fiquei grávida ainda, mas os sintomas da síndrome voltaram 5 meses depois de ter parado os remédios.

Voltei na Psiquiatra e ela me passou o Procimax (Cipramil, Citalopram, Citta) agora e o Frontal, quando passasse mal, mas não está resolvendo...

Sinto muitas dores, cada hora num lugar do corpo, e uma sensação horrível no peito, que parece que vou ter um treco...

Não sei mais o que fazer, tomo remédios fico bem, paro, volta tudo?

Vou ter que tomar remédios o resto da vida? E o Anafranil, é melhor do que o Procimax?

Vou realçar esta resposta para ela chamar a atenção de mais pessoas:

  • Quase ninguém precisa medicação para o resto da vida. Por isso recomendamos algumas medidas além da medicação. Entre elas Psicoterapia, Yoga, Meditação.
  • Síndrome do Pânico não é uma doença do cérebro causada por algum defeito da Serotonina. Quase sempre é uma reação do seu organismo uma situação estressante cuja saída envolve decisões importantes, perdas afetivas, financeiras, mudanças de estilo de vida, etc.
  • Se o Anafranil é melhor ou pior que o Procimax, ambos são bons, mas isso não quer dizer que são ótimos para todas as pessoas que tomam.

Leia a página sobre Como escolher o medicamento.

 

Pergunta:

Dr. Rubens Pitliuk, tenho Síndrome do Pânico há 6 meses, passei por dois médicos um me receitou Citalopram 20 mg + apraz 2 mg , tomei por dois meses não me dei, fiquei pior, troquei de médico e o novo Psiquiatra receitou Anafranil 10 mg 2 vezes ao dia e Rivotril 0,5 à noite.

Tomei por quase 3 meses só que estava engordando muito melhorei um pouco, agora ele mudou para Fluoxetina 20 mg e 1,0 mg de Rivotril, que estou tomando há 12 dias.

Estou péssima, muito pior, além das crises tenho muitas desrealizações, impaciência e nervosismo. O que o sr. acha desse tratamento? Por favor, me ajude, abraços.

Resposta:

Ganhar peso com 20 mg de Anafranil em tão pouco tempo não é normal. Leia a Página de Ganho de Peso como Efeito Colateral.

Quem sabe você pode voltar a tomar o Anafranil.

 

Pergunta:

Depois que minha mãe morreu tive Síndrome do Pânico, o médico passou Rivotril 0.25 e Clo, mas só tomo o Rivotril e me sinto bem. Não tomei o Clo sei que esse Clo por ser dos primeiros Antidepressivos dá muitos efeitos colaterais.

Quero saber se tem uma melhor opção.

Resposta:

Clo é Clomipramina, ou o Anafranil, realmente um dos primeiros medicamentos usados para tratar Transtorno do Pânico. Ele é extremamente eficaz, não sei por que você acha que ele vai ter tantos colaterais assim...

Por outro lado, muitas pessoas tratam Pânico apenas com o Rivotril, ficam bem e não abusam.

Quem sabe você é uma dessas pessoas? Ainda mais que teus ataques de ansiedade são recentes, têm uma causa bem determinada e com o tempo você aceita mais o falecimento de sua mãe.

 

Pergunta:

Dr. Rubens Pitliuk, estou com a vista embaçada/turva, fui ao Oftalmologista ele disse que não tenho nada apenas a vista seca, e estou usando colírio...

Esse embaçamento na visão pode ser do sistema nervoso?

Aproximadamente 1 mês estou tratando Síndrome do Pânico, com Rivotril, Anafranil e terapia, mas antes já tinha a vista embaçada.

Resposta:

Se esse embaçamento e secura dos olhos é oftalmológico ou não, só o Oftalmologista pode falar. Rivotril não seca as mucosas. Anafranil pode secar, mas você diz que já tinha esse problema antes de começar os remédios.

 

Pergunta:

Tenho Síndrome do Pânico, fui ao médico e ele me receitou o Anafranil junto com o Neuleptil. Eu gostaria de saber, se tomar esses medicamentos junto com Ecstasy causa algum efeito colateral? E quais são os efeitos colaterais?

Tenho Síndrome do Pânico e estou em tratamento.

Não tenho mais ataques, mas tenho Depressão também.

E usava ecstasy junto com o remédio.

Nunca aconteceu nada, mas agora estou com o Pânico.

Queria usar de vez em quando também e gostaria de saber se com os remédios do Pânico que são Anafranil e Neuleptil com a droga.

Causa algum efeito contrário? É perigoso?

Resposta:

Mas você sofre de Pânico, Depressão e quer tomar Ecstasy?

Você corre o risco de desenvolver uma Psicose e se você tiver uma psicose garanto que vai ter saudades da Síndrome do Pânico e da Depressão...

 

Pergunta:

Voltei a ter as crises e foi comprovada a Síndrome do Pânico ou Transtorno do Pânico. Tomei Anafranil e fiquei bem. Dois anos depois de parar com a medicação, retornaram as crises e mais uma vez tomei remédio. Fiquei bem e parei o tratamento há 3 anos, entrei em Depressão e fui fazer terapia.

Depois de três anos de terapia (sem remédios) comecei a ter as crises de novo.

Meu Psicólogo dizia que eu não precisava de remédio, era totalmente contra.

Entrei em Depressão e procurei o meu antigo Psiquiatra e parei de fazer terapia com o Psicólogo. Agora estou tomando remédio (Aropax), fiquei bem alguns meses, mas nestes dois últimos dois meses, aconteceram coisas que me deixaram mal.

Minha avó, a quem eu era muito ligada, morreu e parece que as crises estão voltando.

A minha dúvida é a seguinte: fatores psíquicos podem causar crises de Pânico? E fatores externos? As crises são apenas fatores físicos ou podem ser psicológicos também? Outra coisa é que não gosto muito de tomar o Frontal todos os dias e sim apenas nas horas que fico nervosa. Devo tomar sempre ou estou fazendo o certo?

Resposta:

Muitas vezes a Síndrome do Pânico ou Transtorno do Pânico exige tratamento muito longo mesmo, por anos e anos.

Teria sido melhor associar um medicamento à terapia, mas esse Psicólogo “era contra remédio”. Você não acha isso infantil e onipotente? Somos contra tantas coisas e, no entanto precisamos delas... De repente ele tem uma técnica secreta para tratar doenças!

As causas podem ser psicológicas, mas os sintomas são bem físicos.

Se você estivesse bem com o Antidepressivo (no teu caso, o Anafranil), não precisaria mais de Frontal.

 

Pergunta:

Se a Síndrome do Pânico não é uma doença do cérebro nem uma desregulação da Serotonina, porque se trata com Antidepressivos, fui ao médico e ele me passou Anafranil e eu estou com medo de tomar e ficar viciada. Eu só tenho as crises quando estou no trabalho, se eu passar um mês em casa não sinto nada.

Resposta:

O fato do Pânico não ser uma doença cerebral não invalida a necessidade de tratamento com medicamentos que agem no cérebro. Vou te dar alguns exemplos: uma pessoa está passando por problemas graves e desenvolve uma úlcera ou uma pressão alta. Só porque essas doenças foram causadas por problemas externos ela não vai se tratar?

Ninguém fica viciado em Antidepressivos, isso é quimicamente impossível.

 

Pergunta:

Tenho 26 anos e já faz três anos que estou completamente parada na vida. Tive Depressão há quatro anos e me tratei com uma Psiquiatra que me receitou Anafranil, Rivotril, Olcadil entre alguns remédios.

Não só não melhorei em um ano e pouco de tratamento como fiquei muito pior, pois depois de tomar Frontal comecei a ter Pânico.

Na primeira crise achei que fosse morrer, pois nunca havia sentido tanto desespero e medo, e tive que ser carregada para entrar em casa, pois não tinha nem forças nos pés para me manter.

Depois disso tenho Ataques de Pânico frequentemente, não consigo trabalhar, e já tranquei a faculdade, não consigo sair do carro (não sou eu que dirijo, pois não consigo mais nem pensar em sair sozinha), quase sempre volto para casa me sentido mais frustrada e mais impotente ainda. Já fiz terapia, mas não deu resultado nenhum, pois sinto que o Pânico não pode ser controlado, é muito mais forte do que eu.

Estou começando a ter Depressão de novo, estou assustada em passar por tudo mais uma vez, não sei se consigo.

Os efeitos colaterais desses remédios são muito fortes, com eles tive alterações hormonais, aumento de peso, meu raciocínio nunca mais foi o mesmo, só piorou mais a minha situação. Nem eu consigo mais acreditar que posso ter uma vida normal um dia. O que posso fazer?

Resposta:

Recomeçar o tratamento com algum esquema terapêutico que deixe você boa sem efeitos colaterais. Você não devia ter sido tratada durante um ano inteiro com remédios que não estavam funcionando.