Quando o Pânico tem sintomas de Desrealização, o tratamento é menos simples.

Tratar Pânico em São Paulo

Pergunta:

Há 3 meses sinto os sintomas da despersonalização e/ou desrealização. Duram o digam inteiro e a sensação que tenho é de não estar vivendo a realidade. Percebo graus diferentes de intensidade.

Às vezes (com pouca freqüência) sinto muito medo de morrer, de desmaiar e ataques noturnos (acordo gritando, com o coração disparado, com a nítida impressão de estar morrendo). Isso é Síndrome do Pânico?

Um Psiquiatra me passou Apraz 0,25 mg 4 vezes ao dia, mas nada adiantou.

Poderiam me ajudar? Estou com uma consulta marcada com outro médico. Queria alguma informação antes de conversar com ele.

Resposta abaixo.

Pergunta:

Meu nome e C, tenho 23 e estou estudando na Austrália. Comecei a ter crises de pânico, um pouco antes do meu aniversário.

Comecei com pensamentos do que fazer da vida, de onde venho, pra onde vou e muitos porquês, esse ano, muitas mortes entre pessoas que eu conheço e mesmo familiares.

Foi um pesadelo, achei que estava morrendo, tendo um ataque cardíaco, como fui no médico, 2 meses antes, e fiz vários exames, sei que não tenho nada, mas o pensamento obsessivo de que algo ruim está prestes a acontecer não passa.

Depois da última crise a sensação de irrealidade não passou. Já cortei a cafeína, açúcar, parei de fumar, nem a pílula anticoncepcional estou tomando, não tomo mais nenhum tipo de bebida alcoólica ou refrigerante.

Os ataques melhoraram, as vezes tenho uma leve sensação de ansiedade, que rapidamente passa mas essa sensação de irrealidade não melhora.

Estou tomando homeopatia que tem me ajudado.

Mas a pergunta é: geralmente, quanto tempo leva pra passar a sensação de irrealidade?

Estou entrando em desespero. Por favor, me ajude. Obrigada desde já

Resposta:

Sem querer diagnosticar, mas já diagnosticando, parece que você está sofrendo de muita ansiedade, até mesmo de Ataques de Pânico mais um sintoma chamado de Desrealização.

Quando o Pânico tem sintomas de Desrealização, o tratamento é menos simples, mas também é possível.

Seja com medicação seja com psicoterapia de apoio aí na Austrália, isso passa.

Muitas vezes o Transtorno do Pânico passa só com Psicoterapia, mas havendo Desrealização, geralmente precisa remédio.

Procure um psiquiatra ou uma psicóloga.

Provavelmente sua escola tem um counselor que pode te ajudar.

 

Pergunta:

Às vezes tenho a sensação de que o mundo à minha volta está mais rápido, me sinto um pouco mal porque é cansativo, penso muito rápido, é assustador. Eu nunca procurei um médico por que eu não sabia explicar o que sinto. Mas hoje eu li um depoimento de uma pessoa em outro site e é exatamente o que eu sinto.

É uma sensação que ocorre de repente e dura uns dez minutos.

Gostaria de uma orientação sobre isso

 

Pergunta:

Minha filha começou a se queixar de estar sonhando, como se tudo ao redor dela não fosse real, não estivesse acontecendo. Levamos ao Psiquiatra, que receitou primeiro Fluoxetina e agora ela Paroxetina 30 mg.

O Psiquiatra disse que ela tem Desrealizações. Ela se sente muito mal por isso, tem 18 anos. Como faze-la voltar ao normal?

Resposta:

Desrealização não é uma doença em si. Geralmente ela é uma manifestação de algum quadro de Ansiedade e passa quando o problema é tratado. Se não melhorou com Fluoxetina nem com Paroxetina, ambos sendo Antidepressivos Inibidores de Recaptação de Serotonina, deveria ser tratada com medicamentos de outro grupo farmacológico.

Além disso, aos 18 anos os adolescentes costumam reagir a problemas corriqueiros com grande carga emocional.

O que quero dizer com isso tudo? Que provavelmente além do medicamento seria bom um apoio psicoterápico.

Outra sugestão: chequem se elas não estão fumando maconha. A maconha também pode provocar o aparecimento de Desrealização e Despersonalização. Adolescentes escondem coisas dos pais sem piscarem um olho!