Sempre que me relaciono com alguém, parece com meu pai.

Psicoterapia em São Paulo

Pergunta:

Olá, tenho 17 anos. Uma amiga minha me convidou pra viajar com ela, mas ela é bem mais velha que eu, já é uma mulher madura. Eu queria saber se é certo ou errado eu ter amizade com mulheres mais velhas.

Resposta:

Vamos falar um pouco do que é amizade: é uma relação que envolve afeto entre os indivíduos. É um relacionamento onde as pessoas sentem afeto e carinho por outra, e implica em um sentimento de lealdade, proteção etc.

A amizade pode existir entre homens e mulheres, mesmo que a nossa sociedade, tida como machista, afirme que não existe, entre irmãos, namorados, maridos, parentes, pessoas com diferentes vínculos.

As verdadeiras bases do sentimento de amizade são a reciprocidade do afeto, ajuda mútua, compreensão e confiança.

É importante ressaltar, que é um relacionamento social voluntário de intimidade, ou seja, as pessoas se sentem à vontade para conversarem sobre todos os aspectos de suas vidas, incluindo o familiar, social, financeiro, sexual, profissional.

A amizade pode surgir de diversas formas e origens, como o meio em que as pessoas convivem, por exemplo, o trabalho, o colégio, a faculdade, amigos em comum, mas também pode surgir por acaso.

A amizade não precisa acontecer com pessoas exatamente iguais, com os mesmos gostos e vontades, e em certos casos é exatamente esse o fato que os une.

A amizade tem a função de acrescentar ao outro, com suas ideias, momentos de vida, informações, ou é apenas ter alguém para dividir momentos e sentimentos.

Alguns valores, atitudes e comportamentos relacionados com a amizade podem variar de acordo com a sociedade ou com o momento específico da história, aí estaremos entrando em outros campos, como por exemplo, amizade colorida.

O fato é: o que você sente por essa mulher é só amizade, segundo as informações anteriores ou você sente também atração, admiração, vontade de ficar junto?

Posso inferir que você está sentindo medo de se ver sozinho com esta mulher, ou você está sentindo medo de se apaixonar? E ela em relação a você?

Nada há de errado em amizades de verdade e a sugestão é: preste atenção aos seus sentimentos, aproveitando o que a juventude te oferece, mas, se possível, sem se meter em confusão.

Psicóloga Ivonete Garcia

 

Pergunta:

Tenho 19 anos, aos 18 saí de casa e fui morar com um garoto, que se automutila, só se veste de preto e foi abusado quando era criança.

Ele nem mesmo encosta em algo que venha do animal (carne, pele...). Tem cicatrizes enormes no corpo, que ele faz com gilete. Ele se dizia sempre muito apaixonado por mim.

Um dia terminei com ele, tentou suicídio e foi salvo no último andar de um prédio em SP.

Hoje ele faz faculdade e tem planos futuros, mas comigo é agressivo em palavras, estúpido, egoísta, nunca me bateu e eu também nunca aceitaria.

Penso em sumir de sua vida, mas temo pelo suicídio, ele me faz promessas sempre que digo que irei embora, mas nunca muda e me sinto cansada.

Não durmo direito, não me sinto disposta a nada, me sinto angustiada, sinto fortes vontades de matá-lo, me acho doente pois me masturbo constantemente com a coberta desde os 12 anos, tenho sonhos eróticos com meu irmão e com meu pai, mas bem mais com meu irmão e tenho muita vergonha disto.

Tento não sonhar, já namorei com meninas e sempre que me relaciono com alguém seja homem ou mulher eles sempre parecem ou com meu pai, isso pelo menos na minha cabeça ou com minha mãe.

Prefiro mulheres, elas nos entendem melhor.

Resposta:

Sugestão: comece uma Psicoterapia.

Será importante para você começar a pensar em ter relacionamentos mais saudáveis.

Quando você se formar em enfermagem, vai ajudar muita gente.

Também é justo que alguém (uma Psicóloga) te ajude.