Gravidez e Efexor, Venlafaxina

Pergunta:

Quando engravidei fazia nove anos que eu tomava Rivotril 2 mg e vários Antidepressivos sendo que na época em questão eu tomava Venlafaxina 300 mg. Quando soube da gravidez na sexta semana interrompi abruptamente o uso dos dois medicamentos.

Tive uma crise de abstinência devido ao Rivotril muito forte. No quarto mês de gravidez voltei a usar a Venlafaxina somente sob orientação médica. Meu filho nasceu com baixo peso 2,080kg, a termo, e com hipotireoidismo congênito. Gostaria de saber se esse fato teria alguma relação com os medicamentos obrigada pela atenção.

Resposta:

Em medicina não existe nada com 100 % de certeza absoluta, mas que eu saiba não existe nenhuma pesquisa que tenha concluído que a Venlafaxina (Efexor, Alenthus, Venlift) ou o Rivotril possam causar Hipotireoidismo Congênito.

 

Pergunta:

Tomo Efexor 150 mg há mais ou menos 2 anos, para Depressão. Melhorei muito, mas nunca mais voltei a ser o que era.

Agora estou tentando engravidar. Minhas dúvidas são: há algum comprometimento?

Tenho medo de parar o Efexor e piorar e por outro lado, continuar tomando e prejudicar a gravidez e a formação do bebê.

O Efexor causa esterilidade?

Resposta:

Você toma Efexor há 2 anos e não ficou boa? Ou o Efexor não era seu remédio ideal ou:

  • Não estava em dose suficiente.

  • Faltou associar outro remédio.

  • Haviam fatores psicológicos que impediram a recuperação total.

  • Depressão tem que passar completamente! Ele não provoca esterilidade, mas é um remédio muito novo para ser tomado na gravidez.

Existem outros que já se sabe que são seguros.