Terei alguma sequela da ansiedade e poderei engravidar?

Tratar Depressão na Gravidez em São Paulo

Pergunta:

Meu marido tem 32 anos e toma Antidepressivos e Ansiolíticos há 4 anos.

Já tomou Prozac, Alprazolam (Frontal, Alprazolam, Apraz), Efexor, Ixel, Topamax, Fluoxetina, entre outros. Atualmente toma Alprazolam, Anafranil e Ludiomil.

Já consultamos vários médicos para fazer o desmame e em vez de lhe diminuírem a medicação ou aumentam ou trocam por outros medicamentos similares.

Estamos desesperados, ele tem vontade de parar todos os remédios, mas sozinho não se sente capaz, nem deve.

Um médico internista já lhe disse que ele teve uma crise de Pânico, mas não Depressão e que ele agora sim, estava a ficar deprimido devido aos medicamentos.

Além disso, disse-lhe que o Alprazolam podia trazer-lhe danos irreversíveis no cérebro.

Minhas questões:

Como deve o meu marido fazer um desmame, aconselha-me algum médico cá em Portugal?

Estamos os dois com a mesma idade, casados há alguns anos e pensamos em ter filhos. O facto de o meu marido tomar este tipo de medicação pode afetar o desenvolvimento do feto e a saúde futura do bebê?

Resposta:

Com relação à futura gravidez, não há problemas, pois é ele quem toma os remédios, e não você.

Com relação à “lesão irreversível” no cérebro, isso não é verdade.

Com relação a ele precisar ou não tomar essa mistura de remédios, não posso opinar, pois não conheço seu quadro clínico.

 

Pergunta:

Olá faço tratamento para Depressão e Transtorno da Ansiedade há quase um ano nesse tempo estive internada três vezes e usei várias medicações entre elas Rivotril, Fluoxetina, Amplictil, Topiramato. Atualmente estou tomando Venlafaxina e Frontal. Gostaria de saber se terei alguma seqüela, ou melhor se poderei engravidar.

Dizem que quem toma esse remédios não podem engravidar durante 2 anos é verdade?

Depois que sai da clínica em que estava fiquei com medo de ficar sozinha, andar de ônibus sozinha, sinto dores de cabeça e dor no peito isso tudo são sintomas da minha doença.

No momento estou fazendo tratamento intensivo com psicóloga semanal, terapeuta ocupacional e me consulto uma vez por mês com meu psiquiatra.

Por favor me ajude a esclarecer estas dúvidas.

Resposta:

Não é verdade. Depois que parar os medicamentos que não devem ser tomados na gravidez, você poderá engravidar em seguida.