As pessoas acham que Fobia Social é comodismo, frescura.

Tratar Fobia Social em São Paulo

Pergunta 1:

Gostaria que esse meu comentário fosse publicado. Tenho 33 anos e desde que me entendo por gente venho tendo problemas para me relacionar com pessoas, pois sempre fui muito tímido. Só que crescendo, descobrir que era mais do que uma timidez.

É um pavor que me atrapalhou nesses meus 33 anos em todos os sentidos.

No pessoal, uma vez que nunca tive um relacionamento mais íntimo.

Mas isso eu acabei deixando de lado há algum tempo poiso que mais me atrapalha é no lado profissional.

O pânico social me atrapalhou e vem me atrapalhando no sentido de que me forçou a desistir de várias chances na vida.

Sempre procurei fugir de tudo que viesse a me ameaçar com aquele sentimento avassalador.

Abandonei uma faculdade, cursos, empregos, sempre que a situação chegava no limite que não podia mais agüentar.

Com muita dificuldade consegui terminar uma faculdade achando que se tivesse uma profissão, iria ter segurança necessária para me auto afirmar, para me impor.

Mas não adianta.

O medo de pessoas, de uma exposição a grupos de pessoas é maior que tudo, me impede até o raciocínio.

Tremores, aperto no peito parecendo que vou explodir; chego ao ponto de não saber o que estou falando, esquecer coisas, enfim, é uma situação incontrolável.

Já fiz psicoterapia por várias vezes, por vários anos. Sempre associadas a medicações das mais diversas. Já tentaram de tudo!

Não adianta. nada parece fazer diminuir esse pânico.

Hoje em dia, sofro a cada minuto dos meus dias para tentar manter meu emprego e para isso estou me automedicando com Lexotan, mas simplesmente porque se ficar sem vou sentir reações físicas, mas não porque esteja me ajudando de alguma forma a amenizar meu problema.

Apesar da idade, ainda não perdi as esperanças de conseguir alguma coisa, uma fórmula mágica para me tirar dessa e fazer com que eu possa ao menos viver um pouco.

Hoje em dia é tudo que peço. Uma oportunidade de viver sem esse medo no peito.

Só isso. As pessoas que convivem acham que Fobia Social é comodismo, frescura, enfim, falta de capacidade intelectual, etc...

Só quem vive o problema para entender.

Resposta:

 Obrigado pelo depoimento, mas quando lemos que alguém fez todos os tratamentos de Fobia Social, sempre pensamos:

  • Tomou todos os medicamentos eficazes mesmo?
  • Tomou IMAO (Parnate)?
  • Tomou medicamentos não psiquiátricos, que se usa no tratamento da dor neuropática (especificamente Prégabalina)?
  • Tomou os medicamentos em doses altas ou subdosados?
  • Fez THS (Terapia de Habilidades Sociais)?
  • Fez TCC (Terapia Cognitivo Comportamental)?
  • Fez Estimulação Magnética?

 

Pergunta 2:

Sofro de ansiedade que me provocam ânsia de vômitos isso seria Fobia Social ??? Tem como curar ou elo menos melhorar não consigo falar em público e até consigo se for pego de surpresa mas por exemplo preparar algo para ser dito isso não consigo sofro dias antes de uma ansiedade horrível.

Eu posso tomar algum remédio qual remédio um médico me indicaria?? Obrigado e se puder me fazer perguntas sobre meu caso gostaria de respondê-las para que possa me ajudar.

Resposta:

Olá Fernando! Você relata que sofre de ansiedade, a ponto de sentir ânsia de vômito, se esses sintomas aparecem sempre diante de contato com outras pessoas, pode se tratar sim de Fobia Social. Sobre essa dificuldade em falar em público é tratável com resultados bastante satisfatórios, não vale a pena sofrer procure tratamento!

A Fobia Social é um Transtorno de Ansiedade e quando tratado os resultados são bastante rápidos; principalmente se houver a combinação medicamento mais TCC (terapia Comportamental Cognitivo).

Remédio somente o médico pode de prescrever e durante uma consulta. Um abraço. Psicóloga Cida Barbosa.

 

Pergunta 3:

Oi, gostaria de saber se Fobia Social tem cura só com medicamentos?

Resposta:

Olá Francine, o tratamento da Fobia Social somente com o uso de medicamentos ficará incompleto, pois acontecerá a suspensão dos sintomas físicos, entretanto a pessoa não passará pelo treinamento de habilidades sociais que lhe garantirá recursos internos para enfrentamento do problema a médio e longo prazo. Em nossa experiência a junção medicamentos mais TCC (Terapia Comportamental Cognitivo) tem trazido resultados mais satisfatórios. Psicóloga Cida Barbosa.