Qual a relação entre Distimia e TPM? É normal a Distimia piorar na TPM?

Tratar Distimia em São Paulo

Pergunta:

Eu estava lendo nesse site e me identifiquei com vários sintomas de TPM, Distimia, Depressão e TDAH. Gostaria de saber se posso ser diagnosticada por um profissional tendo essa série de sintomas? Essas doenças tem relação entre si?

Resposta:

Na verdade pode, porque Distimia e Depressão são praticamente a mesma coisa. Quase todas as pessoas que sofrem de Distimia podem ter fases de Depressão mais intensa.

Para ter TPM basta ser mulher. Geralmente tanto a Distimia quanto uma fase depressiva irão piorar no período pré-menstrual.

E você pode ter herdado TDAH da família. Quem tem TDAH tem um pouco mais de risco de ter Depressão do que outras pessoas.

Se o TDAH te trouxe problemas de auto estima na infância (estou escrevendo se porque não te conheço), isso é uma bela porta de entrada para uma Distimia, que na vida adulta pode virar uma Depressão.

 

Pergunta:

Estava fazendo tratamento há mais ou menos 1 ano e meio com o medicamento Lexapro. Como o senhor sabe o Distímico não gosta de tomar remédios. Eu particularmente não gosto porque me acho numa situação de dependência que me incomoda.

Pois bem, parei uma vez por conta própria, não senti muita diferença no começo, mais depois fui acometida por um grande desânimo e tive que voltar. Desta vez, pedi para o remédio ser feito numa farmácia de manipulação para sair mais barato.

Continuei a tomar, menos nos finais de semana porque meu médico havia me liberado estes dias. Daí em diante passei a tomar com uma certa irregularidade e hoje não estou tomando.

Mas estou me sentindo bem, ou seja, normal. Há dias em que estou meio baixo astral, principalmente na TPM mas não estou como antes, hoje em dia vivo uma vida bem melhor.

Eu estou achando que por eu ter mandado fazer o remédio em uma farmácia de manipulação, e como estas farmácias nem sempre seguem à risca a dosagem correta do princípio ativo, eu sem querer acabei desacostumando meu cérebro a este estímulo.

Pode até parecer ridículo da minha parte em dizer isto, mas é que realmente não estou sentindo mais falta deste medicamento, o que me deixa muito aliviada.

O senhor acha possível eu ter me curado desta Distimia? Ou esse mal é para sempre?

Resposta:

Se a farmácia de manipulação é séria e de confiança, pode ser de qualidade igual ao original mesmo.

Não entendi porque parar o Lexapro nos finais de semana.

Sim, depois de um longo tempo de tratamento é possível que você tenha se livrado da Distimia.

 

Pergunta:

Olá. Sou uma pessoa infeliz e insatisfeita com tudo e sempre me senti assim. Não tenho mais vontade de sorrir nem com piadas. Quando estou com TPM fico insuportável.

Tenho altos e baixos, períodos muito depressiva outros de melhora. Tenho 41 anos e uma bebe de 2 aninhos. Lendo seu site deduzi que posso sofrer de Distimia, porque me enquadro nos sintomas. Estou me automedicando, comecei a tomar pondera (Paroxetina). Também fui a um clínico geral que receitou medicamentos manipulados fitoterápicos, porém, ainda não comecei a toma-los.

Fitoterápicos podem me ajudar? O que você acha de continuar tomando Pondera?

Resposta:

Pondera é uma das boas opções para Distimia. Para TPM existem várias opções sem precisar antidepressivos nem hormônios. Mas fitoterápicos que eu saiba não existem nem para Distimia nem para TPM.

 

Pergunta:

Meu humor varia muito, tem dias que choro a toa, me emociono com tolices, e me sinto triste constantemente. Às vezes não vejo perspectivas de futuro e sinto-me muito insegura, com medo de não arrumar emprego. Venho sentido isto há mais ou menos 2 anos.

Como é o diagnóstico diferencial de Distimia e TPM? Gostaria de ajuda! Sei que isto me atrapalha e minha autoestima está muito vulnerável!

Resposta:

O diagnóstico diferencial é que a TPM só se manifesta no período pré menstrual.

A má notícia é que grande parte das mulheres que sofrem de Distimia também sofrem de TPM.

A boa notícia é que a Distimia a a TPM  podem ser tratadas. :-)