Não fiquei boa só com Antidepressivo, preciso Estabilizador de Humor?

Como faço para não ter recaída de Depressão?

Pergunta:

Minha mãe tem depressão crônica faz duas décadas com melhoras e pioras. Desde o fim de 2015 teve uma grande recaída. O Psiquiatra retirou o Pamelor de 25 mg e aumentou o Citalopram de 20 mg para 40 mg e continuou com o Rohypnol 1 mg e Rivotril 0,5 mg para dormir.

Teve uma melhora leve, mas sentia muita agitação e continuava debilitada.

Reduziu o Citalopram para 10 mg e voltou com o Pamelor 25 mg, ela melhorou um pouco, mas pela manhã está sempre desanimada e tonta.

Resolveu mudar tudo de uma vez, passou Lorax à noite e Pristiq 50 mg à noite.

Tenho medo dessa mudança abrupta, posso dar o Pristiq sem tirar o Pamelor?

E depois que o Pristiq fizer efeito tirar o Pamelor?

Já tirei o Rivotril da noite.

Mas o Lorax não manteve o sono dela e voltei com o Rohypnol. PRECISO DE UMA LUZ.

Resposta:

Infelizmente não tenho como ajudar à distância. Casos graves de Depressão, com tantos anos de evolução sem estabilidade exigem tratamentos mais complexos, que envolvem Antidepressivos mais poderosos que Cipramil e dose tão baixa de Pamelor, além de Estabilizadores de Humor e às vezes Neurolépticos e Estimulação Magnética (TMS).

 

Pergunta:

Tenho 39 anos e tive Depressão pela primeira vez aos 36, desde então nunca tive uma remissão total. Tomei Cipramil durante todo esse tempo, tentei interromper o tratamento para dar início a outro por três vezes sem obter êxito. Estou há uma semana sem o mesmo e iniciei hoje o Prolift.

Me senti muito mal, porém há muito tempo não me sinto bem. Devo persistir com essa medicação? Confesso que não suporto mais tantos sintomas desagradáveis.

Não me considero uma pessoa negativa, tenho muita vontade de viver e ser feliz, ao contrário da maioria dos deprimidos nunca pensei em suicídio.

O que eu quero é me ver livre desses sintomas horríveis que me dão a impressão de estar gravemente enferma, e que me roubam energia e a possibilidade de viver plenamente. Tenho chance de um dia recuperar a energia e a vitalidade?

Resposta:

A resposta para sua pergunta é a mesma de quase sempre: sim, a Depressão passa.

Existem muitos remédios diferentes além de n combinações possíveis entre eles e entre eles e os Estabilizadores de Humor.

É questão de achar a sua medicação ideal. Mas via internet não posso tratar nem receitar para casos específicos e individuais. Além disso, o Prolift tem eficácia baixíssima, então, não fique aflita por não ter melhorado com ele, existem muitas outras opções melhores.

 

Pergunta:

Tomo Ludiomil há mais de 12 anos, mas todos os anos tenho recaídas de vários dias. Nas recaídas meu médico me mandava aumentar a dose de 25 para 50 mg e vai melhorando.

O ano passado ele tentou mudar a medicação, mas não funcionou, voltei a tomar Ludiomil 25 mg e foi melhorando.

A minha dúvida é se isso (recaídas) todo ano é normal? O que posso fazer para não acontecer? O Ludiomil faz reter líquidos? Obrigada este site é de muita ajuda.

Resposta:

Recaída todo ano não é normal. Precisa manter uma dose de Ludiomil constante ou outro Antidepressivo que te mantenha sem Depressão o tempo todo, ou, melhor ainda, um Estabilizador de Humor.

Ludiomil pode aumentar o apetite para doces sim.

 

Pergunta:

Sofro de Depressão há vários anos, já tomei Anafranil, Eufor, Tegretol e agora estou tomando Daforin e fazendo Psicoterapia.

Porém tenho pouca evolução no alívio da Depressão, e a medicação após um período de estabilidade, não consegue controlar o acúmulo de ansiedade que faz com que eu não consiga me abster do álcool e de comportamentos que conduzem à Depressão.

Gostaria de saber se existem outros tratamentos que garantam a estabilidade emocional além do remédio e da Psicoterapia? 

Resposta:

Existem alguns Antidepressivos que são melhores que os outros para depressões ansiosas. Igualmente Estabilizadores do Humor, sem ser o Tegretol.

Mas se a pessoa tem comportamento que leva ao abuso do álcool e à piora da Depressão, fica difícil. Precisaria tratar o abuso de bebida também.

Em suma, o caminho correto é mesmo procurar a combinação ideal de medicamentos, mais Psicoterapia mais uma boa dose de disciplina. PS: Daforin e Eufor são a mesma coisa, Fluoxetina.

 

Pergunta:

Tenho 32 anos e recebi o diagnóstico de Depressão há 10 anos. Tentei alguns medicamentos sem sucesso e só melhorei após o uso de Venlafaxina por 1 ano.

Meu médico foi reduzindo a dose até parar. Fiquei bem por um tempo e depois voltei a ter recaídas.

Voltei a tomar a Venlafaxina, mas dessa vez tive muitos efeitos colaterais. Ele mudou para Citalopram. O Citalopram é tão eficaz quanto a Venlafaxina? Em alguns casos pode ser necessário tomar para o resto da vida?

Resposta:

Citalopram é um bom medicamento, mas é Inibidor de Recaptação de Serotonina, enquanto que a Venlafaxina inibia a recaptação de Serotonina e noradrenalina.

Portanto, pode ser que o Citalopram não funcione (mas pode funcionar). Provavelmente seria bom um Antidepressivo de outra família, associado a um Estabilizador de Humor. Se é para sempre, provavelmente não, mas depende de muitos fatores.

 

Pergunta: 

Tenho Depressão há mais de 5 anos. Foi-me indicada a Sertralina e não me deu bem. Engordei 15 quilos.

Parava e voltava com o remédio. Enfim, foi um caos. Estive no fundo do poço. Felizmente há alguns meses troquei de médico e medicamentos. Tomo Venlafaxina 150 mg e Alprazolam 1 mg, todos os dias.

Entretanto, de um mês para cá, parece que toda aquela angústia, falta de vontade viver estão voltando. Sinto-me perdida e triste; sem concentração; memória falha; lapsos. O que deve ser?

Resposta:

Depois de 5 anos de evolução, com recaída mesmo usando duas famílias diferentes de Antidepressivos (Sertralina e Venlafaxina), provavelmente você precisa de um Estabilizador de Humor, que deve resolver o problema definitivamente.

Pergunta:

Uma recaída na Depressão é pior para tratar?

Resposta:

Nem sempre é mais difícil, mas pode ser sim. E nesses casos muitas vezes precisa de um Estabilizador de Humor.

 

Pergunta: 

Boa noite! Comecei tratamento para Depressão recentemente com Pristiq e Seroquel e gostaria de entender mais sobre psicotrópicos.

O Estabilizador do Humor pode resultar em insensibilidade, indiferença e tédio?

Para os casos de Depressão com pensamentos ruminantes, os Antidepressivos indicados para TOC podem ser mais efetivos? O Estabilizador do Humor é mais efetivo que esse tipo de Antidepressivo para pensamentos ruminantes? Obrigada! 

Resposta:

Os Estabilizadores de Humor não deveriam provocar nem insensibilidade nem indiferença nem tédio, eles deveriam te deixar absolutamente normal.

Ter ruminação de pensamentos é normal na Depressão então não precisa ser Antidepressivo que também funcionaria em TOC. A escolha dos remédios depende de muitos fatores.

 

Pergunta: 

Tive uma Depressão leve causada por Transtorno de Ansiedade e tomei Cittá por 1 ano. Três meses depois da descontinuação, os sintomas voltaram muito gradualmente.

Agora estou numa Depressão muito pior. Voltei a tomar 20 mg de Cittá de novo e em 6 dias tive piora do quadro.

A médica trocou então para 10 mg de Exodus. Agora faz 22 dias que tomo Escitalopram e parece que estou pior, penso em morrer, ao mesmo tempo em que não quero isso. Já era para ter melhorado a Depressão ou é assim mesmo? 

Resposta:

Sim, já era para ter melhorado. Tua Psiquiatra irá aumentar a dose ou trocar de remédio por outra família de Antidepressivo, ou potencializar com algum Estabilizador de Humor.