Minha mãe teve Depressão, cresci vendo ela passar mal.

Tratar Depressão em São Paulo

Pergunta 1:

Estou com problemas, desde minha infância vivi muito próxima de minha mãe somos como unha e carne, a vida fez com que ela me unisse assim, pois meu pai não foi muito presente e não supriu a solidão que ela sentia.

Muita coisa aconteceu, minha mãe teve Depressão, cresci vendo ela passar mal e sendo criança de certa forma eu tomei posição do meu pai.

Hoje me casei há pouco tempo, moro com ela por um tempo até conseguir algum lugar para morar, mas estou sofrendo de medo em todos os lados.

Resposta:

É possível que seu problema seja psicológico, no sentido de ligação exagerada com sua mãe, mas também clínico, no sentido de uma Depressão Clínica que muitas vezes tem componente genético.

Mas também podem ser as duas coisas.

Provavelmente seu tratamento será composto de psicoterapia e medicação.

O ideal seria você procurar um Psiquiatra para ver se precisa de medicação e para ele te encaminhar a um Psicoterapeuta experiente em casos assim.

 

Pergunta 2:

Minha mãe tem 75 anos, colocou três Pontes de Safena há mais de vinte anos, ficou divorciada durante vinte três anos (hoje viúva) e nunca mais teve nenhum relacionamento sério. Hoje ela está sofrendo de Depressão. Dorme a maioria do tempo, não está cuidando muito bem de sua higiene pessoal, falta apetite, memória, etc.

Além dos remédios que toma para o coração, iniciou tratamento psiquiátrico, com medicação e um Psicanalista.

Ela decidiu que não quer mais fazer análise. Pergunto: o que nós (filhas) podemos fazer para ajudá-la a sair desse quadro?

Li muito, nesse site, sobre as doenças e tratamentos, mas não achei - como podemos ajudá-los.

Ficaria imensamente feliz se fosse publicado nesse site a minha pergunta, pois sei que outras pessoas como eu adorariam poder ajudar.

Resposta:

Psicanálise aos 75 anos? Uma Terapia de Apoio seria mais apropriada.

Se ela está com uma Depressão clínica, precisa otimizar a medicação para que ela tenha mais energia e se disponha a ter uma vida mais ativa.

Por outro lado, como você deve ter lido nas páginas de Transtornos de Memória, precisaria investigar se ela não está começando um processo orgânico de Demência.

Se essa Depressão na verdade é a personalidade dela, ou seja, se ela sempre foi assim e é improvável que algum Antidepressivo ajude.