Ela continua deprimida, com dores no corpo e forte enxaqueca.

Tratar Depressão em São Paulo

Pergunta:

Tenho uma irmã de 33 anos que sofre de Depressão há 10. Já fez vários tipos de tratamento, ultimamente vem passando mal como se estivesse intoxicada, recorremos à homeopatia, mas ela continua deprimida, dores no corpo e uma forte enxaqueca, tenho entrado em vários sites, pois preciso urgentemente de uma ajuda!

É impossível que ela não tenha tratamento!

Não suporto mais vê-la sofrendo tanto! Gostaria de saber se há algum local: faculdades, clínicas etc., que ofereçam um tratamento que dê resultados, até hoje só gastamos rios de dinheiro, não que ela não mereça, mas sem grandes melhoras, quando pensamos q deu certo ela apresenta um efeito colateral.

Por favor, me ajudem!

Ela faz constantemente exames de check-up e não encontram nada e vive se queixando de: enjoo, dores, insônia, mau humor, enxaqueca fortíssima, formigamento nas mãos e etc.

Não tem sido fácil sei de tantos casos q se não curam ficam bem, por que ainda não conseguimos?

Resposta:

 Você deve entender que não se faz diagnósticos por Internet, mas pelo que você relata a respeito de sua irmã, tenho perguntas: será que ela é persistente nos tratamentos?

Sabia que as medicações para Depressão demoram em média 3 semanas para a pessoa sentir os reais efeitos benéficos e no início se tem a impressão que houve até piora dos sintomas?

Que para casos com os sintomas que ela apresenta é recomendado a Psicoterapia juntamente com a medicação?

Que não adianta somente a medicação se ela não modificar os padrões de pensamentos e condutas e que se consegue com o recurso psicoterapêutico?

Você encontra endereços de serviços públicos para tratamentos.

Boa sorte, Psicóloga Ivonete Garcia.

 

Pergunta:

Gostaria de saber se queda de cabelo e Enxaqueca podem ter ligação com Depressão. Já fiz vários exames e já passei por vários médicos que não encontraram nenhum problema.

Resposta:

Sim, com muita frequência. Depressão pode provocar dores de cabeça, piorar Enxaquecas, enfraquecer cabelos e unhas e dar aspecto envelhecido na pele, que pode tanto ficar mais seca quanto mais gordurosa.

 

Pergunta:

Olá, meu marido está com um quadro de Depressão grave há 1 ano. Já tomou vários medicamentos, entre outros, Fluoxetina, Haldol, Neuleptil.

No momento ele está tomando por dia 1 Diazepam 10 mg, 6 Imipramina de 25 mg e 4 Lamotrigina de 25 mg.

Mesmo assim ainda não houve uma melhora e ele sente fortes dores de cabeça, já fez uma Tomografia e não acusou nada.

Não aguento vê-lo desse jeito ele dorme e acorda com essa dor e o Psiquiatra dele só aumenta as doses dos medicamentos e fala que as vai diminuí-las quando fizerem efeito.

Mas tenho medo de ser outro problema, por que não é normal sentir tanta dor de cabeça assim.

Então pergunto pode ser outro tipo de doença? Ou é a Depressão grave mesmo

Resposta:

Adriana, com esses dados, sem ter examinado teu marido, não posso afirmar nada.

É possível que o estado de Depressão constante provoque essas Cefaleias fortes diárias.

Mas um ano de tratamento é muito tempo, acho que o mais indicado seria reavaliar se esses três medicamentos (Lamotrigina, Imipramina e Diazepam) são mesmo os mais indicados para o tratamento dele.

 

Pergunta:

Um quadro de dores de cabeça (não sendo constatado nenhum problema físico), falta de ar, taquicardia, desânimo total, falta de apetite sexual, pensamentos confusos e tristes pode ser considerado um quadro de Depressão? Como sair dessa crise sem o uso de medicamentos? É possível?

Resposta:

Pode ser Depressão sim. Inclusive existe uma forma de Depressão cujo principal sintoma é dor (de cabeça e/ou no corpo). Antigamente se chamava Depressão Larvada, Depressão Mascarada ou Depressio sine Depressione.

Tratar uma fase Depressiva sem medicação às vezes é possível, mas nem sempre.

Nos poucos casos em que um fator externo possa estar provocando um quadro tão ruim, uma Psicoterapia pode ajudar.

Em casos de Depressão Clínica, uma opção de tratamento não medicamentoso é a Estimulação Magnética Transcraniana (TMS).