Amava natureza, animais, pessoas, não tenho mais sentimentos.

Depressão e déficit cognitivo

Pergunta:

Gostaria de saber se é possível uma pessoa ficar com sequelas neurológicas devido a um estado de depressão/stress. Luto contra a depressão há três anos e tenho a impressão de que meu desempenho cognitivo não é o mesmo mais, mesmo em certos momentos estando de bom humor.

Resposta:

Realmente, a Depressão costuma diminuir a atenção, memória, concentração e cognição, mas o que se espera é que com a remissão (desaparecimento dos sintomas) da Depressão a cognição melhore.

Pena que você não escreveu que idade tem nem que antidepressivo tomou.

Pacientes tratados com Antidepressivos IRS (“de serotonina”) e podem continuar com um déficit cognitivo mesmo sem os sintomas depressivos.

Isso costuma ser corrigido sem muita dificuldade com medicamentos que atuam na Noradrenalina e Dopamina.

Por exemplo Bupropiona, Venlafaxina, Duloxetina, Metilfenidato, Lisdexanfetamina, etc.

 

Pergunta:

Caro Doutor, primeiramente e muito difícil se expressar no estado que estou agora, Estou sem ligar pra nada faz uns quatro meses e sinto que isso esta se agravando, começou com uma semana de Depressão chorando, aí isso passou.

Não chorei mais e nem fiquei triste, isso passou ai veio depois aquela sensação de não ligar pra nada. NADA MESMO.

Exemplo: fui comprar Sushi aí quando caí da bicicleta e me levantei sem nenhum ressentimento nem vergonha, nem medo do que os outros vão pensar nem nada, como se eu fosse um louco, pois loucos e que não ligam pra suas ações.

Não tenho mais sentimentos, não sinto amor, paixão, tristeza, felicidade, NADA!

Tenho 16 anos e tenho medo de ficar assim sem se importar com nada pelo resto da vida, além do mais NEM LIGO PRA ISSO. Perdi aquela precisão em analisar fatos, se expressar totalmente.

ME AJUDE, pois sofro demais com isso e sinto que esta piorando.

 

Resposta:

Peça para seus pais marcarem uma consulta com um psiquiatra. Não tenho condições de diagnosticar com esses dados, mas é bem possível que você esteja passando por uma fase depressiva que provoca essa sensação de falta de sensações.

Você é jovem e quanto mais cedo começar a tratar, melhor.

 

Pergunta:

Sofri de Depressão dez anos, passei por grandes especialistas até que o ano passado estava preparada para me libertar dos remédios e tratamentos. Não tenho mais os sintomas de Depressão, quando cheguei até mesmo tentar tirar minha vida.

Estou sem medicação há quase um ano, mas tenho sentido alguns sintomas estranhos como Síndrome do Pânico e ausência de sentimentos e emoções (Alexitimia), o que pode ser isso?

Amava a natureza, animais e as pessoas agora não consigo ter tais sentimentos.

O que ouve comigo onde estou? Não me sinto aqui podem me ajudar? Não consigo ter sonhos ou expectativas…

Nada me alegra ou me entristece…

O que pode estar acontecendo comigo agora?]

 

Pergunta:

É possível que alguém com Depressão profunda sinta-se anestesiado de sentimentos? Pergunto isso pois meu marido está assim há cinco meses e não demonstra nem amor nem sentimento algum, diz: não me sinto.

Isso realmente acontece?

 

Pergunta:
Ocorre que desde o início da minha depressão (2 anos), não sinto minhas emoções, parece que não possuo mais adrenalina no corpo, não sinto susto diante de situações de perigo, alegria ao receber boas notícias, enfim sinto-me apático, sem nenhuma sensibilidade.

Porque esses sintomas ocorrem? Há cura para esse problema?

 

Pergunta:

Meu namorado, após a morte da mãe à qual era muito ligado, passou a dizer que perdeu a vontade de viver e sua atenção com família e comigo (sua namorada) diminui muito, se isolando e sempre muito triste e calado.

Pelo que já li neste site ele sofre da sensação de falta de sensações.

Gostaria de saber se é uma Depressão e qual os procedimentos devemos tomar para ajudá-lo.

Quem devemos procurar, o que fazer, pois estamos desesperados e preocupados com essa falta de ânimo e tristeza! 

 

Resposta:

Sim, isso se chama sensação de falta de sensações. Ocorre durante a fase depressiva, mas também depois que a pior fase da depressão passou.

O paciente fala que não se sente triste alegre, nem pessimista nem otimista, nem catastrófico nem positivo, mas sente uma apatia emocional, como se o humor estivesse sempre “plano”.

Essa sensação da falta de sensações é mais frequente quando o paciente é tratado com os Antidepressivos Inibidores de Receptação de Serotonina.

Costuma melhora com Antidepressivos Dopaminérgicos ou com Psicoestimulantes