Tratar Depressão pós Parto em São Paulo

Pergunta:

Tenho quatro filhas, sendo a última com quatro meses, sinto muito sono de uns tempos para cá, este será um sintoma de Depressão?

Na minha segunda gravidez, em que o parto foi cesárea de emergência, tive muita Depressão, a qual foi tratada com remédios.

Será que estou depressiva de novo?

Resposta:

É bem possível, pois você teve uma Depressão Puerperal antes.

Geralmente a Depressão Puerperal se repete a cada parto.

Mas pode ser tratada e também prevenida.

 

Pergunta:

Até os 9 meses das crianças tudo ia muito bem, até que perdemos nosso carro que compramos com tanto sacrifício. A partir daí, minha esposa ficou muito nervosa, se irrita muito fácil, tem crise de choro a qualquer pequeno problema que surge, fica hiper furiosa com qualquer problema, passou a ficar muito agressiva e menos compreensiva.

O que faço com relação a isto? Isto pode se caracterizar uma Depressão pós Parto?

Resposta:

Se o nome da Depressão dela é Depressão ou Depressão pós Parto, isso não muda o fato de que ela deveria procurar ajuda.

Uma perda (que pode ser afetiva, financeira, profissional, social) é um dos maiores desencadeantes de Depressão.

Junte a isso essa fase de bebês pequenos, o organismo dela está certamente fragilizado. Mas isso passa bem com tratamento, não se preocupe.

 

Pergunta:

Dr. Estou fazendo uma monografia sobre estado puerperal como excludente de criminalidade, sei que a psicose puerperal é diferente do estado puerperal, portanto gostaria de saber se em uma Depressão pós parto profunda a mulher perde a noção do que esta fazendo e perde o controle de seus atos como acontece com a psicose. Obrigada.

Resposta:

Nas depressões extremamente graves ou nas depressões psicóticas a mulher pode até saber o que está fazendo, mas seus pensamentos e atos são dominados pelo delírio de culpa e de ruína, portanto ela pode fazer coisas que jamais faria fora desse estado.