Já comecei e larguei pela metade mais de 10 cursos, simplesmente não consigo terminar.

Tratar TDAH ou DDA com Psiquiatra do Einstein

Depoimento:

É possível eu ter DDA (é a mesma coisa que TDAH)? Meu histórico: quando criança tinha dificuldades de aprendizado, minha família sempre teve que me ajudar nas tarefas escolares. Aos 13 anos meu pai me deu um livro e eu tinha lê-lo em voz alta, pois tinha também dificuldades de ler.

Meu pai tomou essa decisão depois de me levar ao Oftalmologista.

Aos 22 anos, já trabalhando, percebi que tinha dificuldades de falar algumas palavras, o que tirou minha espontaneidade.

Fui a um Neurologista que diagnosticou Dislexia leve.

Com uma Fonoaudióloga e fiz durante muito tempo exercícios verbais.

Como eu tinha já o tinha hábito de ler não foi difícil.

Mas aos 18 anos, tive depressão maior e fiquei totalmente prostrada.

Fiquei internada por uns tempos. Hoje, com 53 anos, posso me ver melhor.

Estou em tratamento de depressão há 9 anos.

Já indaguei várias vezes ao médico se há outro diagnóstico.

Ele disse que teria que me conhecer melhor. Mas lendo sobre TDAH, vejo que fui essa criança das salas de aula com esse transtorno.

E na fase adulta o que mudou?

Tenho ainda dificuldades de assimilar o que leio, sempre volto um parágrafo ou uma página para poder entender a idéia do livro.

Como fui educada para me esforçar, então pensava que era normal.

Tenho memória das idéias e não fotográfica. Sempre uso canetas coloridas para fácil lembrança.

Quando escrevo sempre tenho que revisar porque engulo certas palavras e letras.

Sempre, como me disse a terapeuta, sou 8 ou 80; ou estou agitada com alto nível de ansiedade ou estou deprimida na cama.

De uns 4 anos para cá percebi que tenho compulsões com algumas idéias. Depois abandono e passo para outra idéia. Exemplo: fiz os armários da minha cozinha. Não dormia direito, mas fiz. Sempre invento alguma coisa para fazer e fico compulsiva com a idéia e não faço mais nada além daquilo que estou fazendo.

Isso é quando não estou depressiva.

Para estudar sempre tive que me isolar, não consigo estudar com TV, radio ou qualquer outro som.

Gosto de estudar, mas meu maior problema em sala de aula é que não posso ouvir ninguém falando muito tempo que morro de sono.

Gosto de estudar, mas não de ir à aula por causa disso.

Não gosto de muitas pessoas juntas, 4 pessoas para mim já é multidão.

Meu marido costuma dizer que eu funciono em AM, e ele em FM, porque tenho que fazer uma coisa de cada vez, exemplo: ver TV e falar ao mesmo tempo, não consigo! Ou é uma coisa ou outra.

 

Depoimento:

Estou fazendo um curso o qual exige muito estudo. Na verdade começando agora. O fato é que estou me dedicando como nunca, tentando estudar horas a fio e mesmo assim, não obtenho bons resultados, tanto é que fiz minhas provas parciais agora e reprovei em todas.

Aí soube do DDA.

Muitas coisas que li aqui coincidem com o que acontece comigo, déficit de concentração, leio mais de 7 vezes o mesmo parágrafo de um texto porque quando chego no final é como se meu cérebro estivesse desligado momentaneamente ou então começo a fazer movimentos com as mãos que me desconcentram.

Tenho mudança repentina de humor, nas aulas a todo momento me pego perdida em pensamentos ou até mesmo sem pensar em nada e outra coisa q acontece muito é q tenho muita dificuldade de comunicação, as pessoas sempre falam "fulana, fala alguma coisa", mas novamente é como se estivesse fora do ar, não consigo pensar em nada rapidamente pra responder.

Sou sempre a "muda", "quietinha”. Isso me irrita, mas por mais q tente não consigo mudar.

Já comecei e larguei pela metade mais de 10 cursos, simplesmente não consigo terminar e quase larguei esse de agora também. Isso pode ser DDA? Nunca fiz tratamento, então qual o primeiro passo a tomar?

Se puder só me dizer quem procurar, agradeço muito. Abraços.