Depoimentos de pessoas que sofrem de enxaqueca e cefaleias

Tratar Enxaqueca com Psiquiatra do Einstein

Minha cura da Enxaqueca!  Queridos amigos, sofri com essa doença anos e anos de minha vida.

Então eu humildemente e desesperadamente comecei a observar meu organismo com maior intensidade.

Então pasmem em saber que com um simples comprimido de AAS todos os dias tendo ou não a dor juntamente com o Propanolol de 40 mg, ESTOU CURADAAAAAAAAAAAAAA.

Muitos médicos receitam somente o Propanolol, que eu também já havia tomado, mas foi a associação do AAS que fez o efeito.

Agora vivo uma vida FELIZ E SEM DOR. Como de tudo sem me fazer mal algum. "ISTO TUDO ABAIXO DE DEUS É CLARO" Pois rezei muito pra minha cura. Ajudem a divulgar isso pois muitos sofrem com essa maldita doença.

Enxaqueca tem cura com certeza. Sofri, 40 anos com esse mal terrível.

Tomei medicamento de A a Z, debalde. Cansei de ouvir o diagnóstico médico: trata-se de Enxaqueca crônica, não tem cura.

Depois de tanto sofrimento, um simples chá de caroços de uma determinada fruta, me devolveu a saúde e a vontade de viver. ENXAQUECA TEM CURA, SIM!

 

Eu gostei muito do site, bem explicado e de fácil compreensão,

Responde as dúvidas sem respondê-las com outras perguntas.

Eu tenho Enxaqueca desde minha primeira menstruação e o que fiz foi tomar anticoncepcional direto assim não menstruo e evito a dor. Este site é muito bom para pessoas que não encontram profissionais que possam ajuda-las.

 

Sofro de Enxaqueca há anos. Já tentei vários medicamentos e tratamentos alternativos.

Não obtive resultado em nenhum deles, pelo contrário. Eles só me davam mais enjôos e mais dores.

Até que meu médico me receitou Naramig. Foi inacreditável como melhorou.

E isso só acontece com este medicamento. Mas é claro, todo medicamento deve ser receitado pelo médico, portanto vale à pena perguntar ao seu médico se você pode tomar.

O alívio que ele proporciona é muito bom.

 

Estou tão feliz com meu tratamento que quero dividir com as pessoas que sofreram como eu.

Há cinco anos, após menopausa, tiveram início minhas Enxaquecas.

Tomei todos os tipos de analgésico, antidepressivos, fiz tratamentos sérios com resultados ínfimos. Nos últimos quatro meses fiz Acupuntura com um médico fabuloso e estou há um mês sem crise.

Meu médico disse que as dores retornarão, mas a freqüência e a intensidade não mais serão as mesmas. Penso que todos devem passar por esta experiência, por isso este depoimento.

 

Tive crises de Enxaqueca por aproximadamente 10 anos.

Elas chegavam a durar meses e a me incapacitar para o trabalho, estudos e vida social.

Tentei diversas terapias: todo tipo de medicação, de analgésicos comuns a antidepressivo, homeopatia, dietas, exercícios, fiz muitos exames e nada deu certo.

Há quase um ano fiz um tratamento de 20 sessões de Acupuntura e, surpresa, os sintomas nunca mais voltaram. Às vezes, sinto um sinalzinho de Enxaqueca, corro para o Acupunturista e faço uma sessão, tudo fica certo. Recomendo a todos que experimente, para mim foi um "santo remédio".

 

Tenho 39 anos, e há muito tempo sofro de Enxaqueca

Nunca tinha conhecido algo que viesse a trazer algum alívio para este terrível mal.

Tenho muita dor e enjôo, sendo que a única maneira que encontrava de aliviar os sintomas era esvaziar meu estômago (... imaginem como!), pois nem minha própria saliva por mim era suportada, até que há pouco tempo conversando com uma colega de trabalho cheguei ao conhecimento de Homeopatias para mim eficazes.

Apenas peço que se possível consultem o seu medico, pois não estou recomendando automedicação, eu uso por conta, mas aconselho a indicação de um profissional da área de saúde.

Quero relatar que estou tomando estes comprimidos há aproximadamente umas 3 semanas e dizer que não estou ainda realmente curado, mas que estou sentindo uma grande melhor a, pois a freqüência das dores era geralmente 2 a 3 vezes por semana, e agora decorrida estas 3 semanas tive a dor somente 3 vezes e com os sintomas bem mais controlados, inclusive uma foi no começo, quando iniciei o tratamento (era dia de pagar as contas, rsrsrs...) e outras 2 recentemente, pois além de ter alterado totalmente a minha rotina, inclusive alimentar (visto que não jantava há muitos anos, estes dias consegui o que me parecia impossível comer arroz com feijão, massas, strogonoff, etc..., carne para mim seria o fim...!).

Concluindo, digo que não tomo exatamente como diz a indicação, pois acho que mesmo os remédios naturais devem ser usados com moderação, mas creio que a melhora tende a aumentar mesmo na maneira atual que faço uso!

Espero ter contribuído para a melhora de todos aqueles que sofrem deste mal, porém não se esqueçam de procurar um profissional na área de saúde para melhor orientação.

Abraço a todos e saúde!

 

Sofri com Enxaqueca vários anos, as crises duravam em média 48 horas, palidez, hipotensão, sudorese fria, enjôos, etc...

Fui submetida a vários exames, inclusive no exato momento que apresentava as dores. Graças a Deus nenhum resultado negativo.

Daí que meu Psiquiatra sugeriu que eu desse uma pausa no uso do anticoncepcional, mas antes disso troquei várias vezes.

O resultado foi ótimo e resolvi então parar de vez e usar o DIU. Foi muito gratificante e hoje em dia as minhas Enxaquecas são esporádicas, geralmente quando passo muita tensão, stress.

 

Tenho depressão (moderada, com sintomas somáticos - segundo o psiquiatra) há 4 anos - utilizo o Wellbutrin - e sofro de Enxaqueca com aura desde os 11 anos de idade.

Hoje tenho 31, e já tomei diversos tipos de analgésicos (Neosaldina, Aspirina, Tylenol, Ormigrein, Migrane).

Consultei um neurologista após uma violenta crise de reação ao queijo e ele me receitou uma fórmula que associava antidepressivos tricíclicos, analgésico, anti-inflamatório e anticonvulsivante - que utilizei com sucesso por 4 meses e depois disso, não surtiu mais efeito; as crises pioraram.

Pouco tempo depois, numa segunda opinião, foi prescrito o uso de Maxalt RPD e realmente obtive melhora, mas o custo do medicamento é muito elevado e não me permite o uso freqüente (também tenho medo de criar tolerância!).

Em outra crise, foi receitado o Naprosin de 6/6h e já tive até internações com uso de Tramal intravenoso.

Dependendo da intensidade da crise, utilizo o Sumax ou o Migrane (ambos com 2 comprimidos de cada vez) e procuro me resguardar em silêncio e obscuridade para tentar dormir e melhorar, mas chega a uma média de 3 crises mensais com duração de 60 horas aproximadamente.

Os sintomas chegam a me enlouquecer - tenho foto e fonofobia, sensibilidade para cheiros, rigidez de nuca, tonturas e vômitos com hipotensão e palidez, sudorese fria... parece que vou morrer. Já não sei o que fazer para tratar a dor lancinante e pulsátil (escala 9 ou 10, dependendo da crise).