Vários relatos de pacientes com Distimia.

Tratar Distimia em São Paulo

Depoimento:

Estou sempre de mau humor, é todo o dia, qualquer coisa me irrita, não acho graça em nada que faço, faço porque deve ser feito. Tenho um filho de 5 anos e ele me cobra porque estou sempre brava e de cara feia e quem convive comigo também. Desde adolescente tenho este desânimo, insegurança e baixíssima autoestima.

Há na família uma tia avó que também é muito mal humorada, já tive casos de Depressão, suicídio e Esquizofrenia na família. Pelo que li estou desconfiada que tenho Distimia.

 

Depoimento:

Apenas gostaria que fosse mais divulgado talvez nos sites sociais, pois muitos adolescentes precisam descobrir primeiro que estão com problemas e segundo que tem solução.

 

Depoimento:

Se há 40 anos houvesse encontrado meu problema descrito tão claramente em um local como jornal, sala de aula, talvez eu não tivesse vivido infeliz toda a adolescência e vida adulta e certamente não teria visto minha família se estraçalhar.

Além disso, também é necessário encontrarmos um bom profissional, pois freqüentei nem sei quantos psiquiatras e nenhum soube me ajudar seja com medicamentos ou analise.

Gastei tempo, dinheiro e vida esperando encontrar ajuda.

 

Depoimento:

DISTIMIA, mas eu pergunto como meu filho de 14 anos que não acredita que tenha um problema vai se ENCONTRAR este assunto?

Por favor, pensem em colocar num site de relacionamento.

Desde já fico feliz que alguém tenha aberto esta oportunidade para tantos expressarem sua dor, mas o que me preocupa são os próximos que hoje são adolescentes ou pré-adolescentes, será que eles terão mais sorte?