Só queria dormir, não me alimentava, abandonei tudo, filhos, casa e marido.

Depressão, Pânico e Psicose na Gravidez e pós Parto

Depoimento:

Olá a todos. Já se passaram 2 anos que estou em tratamento de uma Depressão pós-parto.

Minha história se inicia quando engravidei pela segunda vez, passei a gravidez toda com contrações e com medo de meu bebê nascer prematuro.

Entrei em trabalho de parto com 39 semanas e este durou 8 horas, na expectativa de ocorrer um parto normal e na água, mas minha pressão subiu muito e tive que ser levada para fazer uma cesárea de emergência.

Estava com pré-eclâmpsia que poderia evoluir para uma hemorragia de fígado no qual poderia ser fatal para mim e meu bebê, tive dilaceração bilateral de útero, pois o bebê já estava no canal de parto e teve que ser retirado pelos ombros.

Perdi muito sangue.

Após passar por um parto complicado, fiquei muito debilitada fisicamente e psicologicamente.

Em meu primeiro mês de pós-parto, ainda muito debilitada e frágil, tive que acompanhar minha avó (que me criou) na UTI, após sofrer um AVC, e infelizmente ela veio a óbito.

Posso dizer que meu mundo meio ao chão, não consegui resistir a mais este acontecimento inusitado em minha vida.

Minha vida ficou sem cor, tudo para mim ficou sem graça, só queria dormir, não me alimentava, abandonei tudo, filhos, casa e marido.

Em vários momentos de crise pensei em suicídio.

Hoje ainda estou em tratamento com psiquiatra e psicólogo, estou um pouco melhor, mas não tenho previsão de alta.

Tempo de tratamento para mim não importa, mas sim restabelecer o meu bem estar físico e psicológico.

Obrigada por poder relatar minha vivência e espero que meu relato sirva para que outras pessoas também dêem seu depoimento e possamos compartilhar nossas vivências e contribuir para desmistificar este transtorno, a Depressão Pueperal.