Nunca imaginei que pudesse haver a pílula da felicidade.

Tratar Depressão com Psiquiatra do Einstein

Depoimento:

A partir dos 39 anos, passei a ter uma Depressão ansiosa de consequências terríveis para mim.

Não dormia, era quase impossível pegar no sono, a não ser com doses elevadas de remédios, hipnóticos e Ansiolíticos.

No dia seguinte, tinha que trabalhar e chegava dopado ao emprego, que era em uma empresa multinacional.

E não podia deixar que alguém percebesse pois geralmente estas situações não são entendidas.

E a insônia gerava mais Depressão, que gerava mais ansiedade, que gerava mais insônia.

Na empresa que trabalhava, me escondia no banheiro para chorar.

Precisava quebrar este círculo vicioso, que já durava cinco anos.

Fui a um psiquiatra que me receitou Aropax, 30 mg por dia.

Nunca imaginei que pudesse haver a pílula da felicidade.

Após, pequenos e tênues efeitos colaterais, que duraram um mês, estou curado e feliz.

Hoje, durmo até demais, você a ter confiança em mim e admirar a vida.

A briga com a cama acabou.

Realmente, existem doenças, mas em contrapartida existe a cura das doenças.

Tudo é questão do médico certo e o medicamento adequado.

Viva o Cloridrato de Paroxetina, o Aropax!