Mas como é bom sair do pesadelo da Depressão!

Tratar Depressão com Psiquiatra do Einstein

Depoimento

Quero compartilhar a minha emoção com o testemunhal do A. em um post do Facebook: 

Bom...eu nem sei por onde começar, primeiro que eu não sou de escrever no Facebook kkkk, mas queria escrever porque é uma coisa importante pra mim, uma coisa marcante... esses 3 anos sofri depressão e ainda continuo mas bem menos do que antes...

só que quem viu e quem soube e o que eu passei vai entender porque to fazendo esse texto. Esse texto e mais pra explicar de uma superação de uma vida passada, sofrida, de que praticamente quase me matei esse ano várias vezes, e se não fosse por meus verdadeiros amigos, minha família e minha mãe que esteve sempre ao meu lado em todas situações, eu não estaria aqui, recomeçando tudo de novo, continuando minha carreira, continuando minha vida. O pior que tinha "amigos" que eu pensava que se importavam de mim, nunca nem se quer deram a mão para me ajudar nas horas escuras, mas eu tinha dado, e eu tinha dado a mão para bastante gente que eu gostava assim demais cara tipo demais msm, considerava como irmão e irmã, mas nessas horas se descobre quem são seus verdadeiros amigos é que ficam do teu lado fazendo o máximo para te ajudar. Eu fico até emocionado que esses dias me sinto mais alegre mais livre da depressão, e sla sinto que tem mais uma esperança de que tudo vai sair bem. Eu agradeço todos meus amigos e familiares que me ajudaram até o fim, e sempre estiveram ao meu lado, principalmente minha mãe que te amo muito muito mesmo, é a mulher mais forte e guerreira que conheço, obrigado por tudo mãe!

Divido com você doutor, porque se ele se sente assim hoje, é devido ao seu tratamento. :) Agradeço o muito que tem feito por ele.

Amanhã cedo ele fará o exame de sangue.

Abraços

C.

 

Depoimento:

Começa com a tristeza que vem sem motivo, como se eu tomasse consciência da dor de existir, e a perda da capacidade de sentir prazer.

Depois vem a sensação de vazio interior que logo é preenchido por um sentimento de desconforto, um medo e um desespero de viver; então me sinto desamparada, não sei mais quem sou, não posso contar comigo, estou indefesa diante de meus pensamentos.

É como ter perdido tudo e estar perdida no caos de um mundo estranho sem saber para onde ir.

O que descreve com mais clareza meus episódios de Depressão é analogia com um sonho muito ruim durante um período que vai de seis meses até um ano, e que termina da mesma maneira como começou: sem motivo aparente.

Hoje estou bem, mas não sei por quanto tempo. Penso que "eu sou a tristeza", que nada é capaz de mudar isso.

Nem os remédios, nem a Psicoterapia vão impedir que a Depressão volte, porque isso faz parte de mim, e esse tempo em que "estou bem", é apenas uma traga...

Mas como é bom sair do pesadelo da Depressão!

É como nascer de novo e viver cada dia como se fosse o primeiro.

Deixar o isolamento que olhar apenas para o próprio interior, ser capaz de ver o outro e aceitar a troca de uma experiência humana.

Há alguns meses quando descobri esta página eu estava mal, li as mensagens, mas não consegui escrever nada porque nessas ocasiões torna-se difícil expressar meu sofrimento.

Neste mundo cheio de expectativas culturais desumanizadoras como a exigência de se estar sempre feliz, de ser sempre produtivo, parece impossível encontrar uma pessoa "normal" capaz de compreender o que sentem os depressivos, que escute apenas e seja solidário.

Mas existe algo de confortador em saber que há outros que são como nós e com quem podemos nos identificar...

Comentário: não concordo que “nem os remédios nem a terapia vão impedir a Depressão de voltar”.