Tratar Compras Compulsivas em São Paulo

Pergunta:

Quero falar um pouco de mim, por isso estou escrevendo hoje prá vc. Não tenho com quem me abrir.

De uns meses prá cá tenho tido muita compulsão por compras!

 

Gastei mais do que poderia e agora vou ter que fazer um empréstimo (coisa que sempre repugnei e jamais pensei em fazer!) de cinco mil reais.

Não posso me abrir com minha família e muito menos com meu marido sobre isso. Fico me controlando prá não comprar mais nada, mas é difícil.

Estou tomando a Fluoxetina de 20 mg todos os dias.

Será que além da Distimia estou desenvolvendo algum outro tipo de transtorno? Nunca me endividei antes e ainda mais agora nessa crise financeira que o mundo atravessa.

Agora é um péssimo momento prá se fazer um empréstimo, mas não estou vendo outra saída prá mim!

Não me sinto deprimida, mas sinto que essa compulsão está tomando um outro lugar na minha vida.

E, mais uma coisa: tenho que me controlar prá não beber cerveja todos os dias!

O que pode estar acontecendo comigo? Se for possível, me responda. Muito obrigada. Bjos.

Resposta:

Compra Compulsiva, não costuma melhorar apenas com antidepressivo, porque ela é reflexo de uma situação insatisfatória de vida.

Ela costuma passar com mudanças dessa situação insatisfatória e com medidas comportamentais (não ter cheque, cartão de crédito, etc).

Mas, além dessas medidas, converse com teu Psiquiatra sobre aumentar a dose da Fluoxetina além de ter certeza que seja de uma marca boa.