Desde criança somatizo doenças físicas.

Tratar TAG com Psiquiatra do Einstein

Pergunta:

Trabalho em local estressante e venho tendo alguns sintomas estranhos: tremedeira das pálpebras (vai e volta) e dificuldades ao falar: eu penso, mas o que quero falar não sai. Isso pode ser algum sinal de doença neurológica? Esclareço que tirei vários períodos de férias neste ano (atrasadas) e por isso minha preocupação. Fiz Ressonância e Eletro mês passado que não deram nada.

Às vezes tenho sintomas parecidos com tontura.

 

Resposta:

Com essa investigação neurológica normal, provavelmente são sim sintomas de Stress ou Ansiedade. Procure um Psiquiatra.

 

Pergunta:

Gostaria de saber se tensão muscular excessiva, nas pernas e braços, acompanhada de ocasionais tremores nas mãos e pés assim como pequenos espasmos em todo o corpo e uma constante apatia mental; poderiam ser relacionados a problemas como Stress e Ansiedade?

Tenho 22 anos e há 3 sinto estes sintomas que acredito evoluíram de uma combinação de Stress e Depressão, esta última atenuada mesmo sem tratamento.

Fiz exames de sangue, urina, fezes, FAN, Fator Reumatóide, Tireóide, EEG, ECG, todos negativos. Em minha peregrinação pelos consultórios tudo o que ouvi ao final de tudo foi Stress e Ansiedade, será que é apenas isso?

Resposta:

Sim, é perfeitamente possível uma situação de Stress provocar tudo isso. Por outro lado, com tratamento adequado, deve passar rápido.

 

Pergunta:

Dr. Rubens Pitliuk, há 3 meses me deu uma coisa muito ruim na cabeça, fiquei tonto, alterou a Pressão Arterial. Procurei um Psiquiatra e ele detectou Síndrome do Pânico.

Agora sinto muita queimação na nuca (pescoço), queimação no alto da cabeça, na testa e fronte e me causa uma sensação terrível, parece que vou morrer.

Pergunto: isto é devido ao Pânico ou não tem relação nenhuma? Será problema muscular?

Resposta:

O Médico que te examinou é quem pode dar essa certeza, mas a resposta é sim, Pânico e Ansiedade muito forte podem provocar todos esses sintomas.

 

Pergunta:

Desde os 7 ou 8 anos quando tenho uma preocupação ou stress muito forte durante o dia quando durmo a noite ou tento dormir tenho sensações horríveis eu sinto uma sensibilidade no corpo fora o comum principalmente no rosto parece que minha boca esta torta que meu rosto esta enrugado demais se passo a mão no meu rosto sinto os poros com bastante sensibilidade.

Se passo a mão no meu corpo sinto a mesma coisa, meu pensamento fica lento e as coisas em minha volta fica rápido demais nisso acabo acordando, pois tenho medo de ter um AVC.

Para melhorar eu tenho que me olhar no espelho por uns 5 minutos e tudo volta ao normal, tenho isso não com freqüência, mas só em condições acima descritas. Atualmente tenho 37 anos, o que poderá ser?

Resposta:

Provavelmente é um estado de Ansiedade incontrolável. Se você sabe que teve essa tendência a vida toda, já pensou em fazer um curso de Yoga? Pode ajudar muito.

 

Pergunta:

Bom dia, tenho 23 anos e há alguns meses comecei a ter sintomas de Ansiedade, que atrapalham minha vida, tanto no trabalho como no meu dia-a-dia. Começo a sentir falta de ar, fico tonto, pálido e às vezes desmaio.

Esses sintomas quando passam deixam sequelas durante o dia, pois fico me sentindo estranho.

Atualmente tomo um Ansitec 5 mg e também um floral chamado Rescue. Gostaria de saber qual o melhor caminho seguir para acabar com isso em minha vida? Isso pode ter sido causado pelo o uso durante 1 ano do Biomag?

Resposta:

Biomag contém Sibutramina, que tericamente pode provocar ansiedade, mas é bem raro.

Por outro lado, Rescue e Ansitec 5 mg não é um tratamento muito eficaz para ansiedade.

 

Pergunta:

Estou vivendo fora do Brasil atualmente, e há 3 meses comecei a ter crises de ansiedade depois de uns dias estressantes e dormindo pouco, a cabeça fica trabalhando praticamente sozinha com pensamentos compulsivos que quanto mais eu tento sair deles, mais vêm, principalmente das coisas que não gostaria de pensar, o coração acelera, a pressão chega a subir, depois alivia, mas durante o dia todo fico bem desanimado.

De vez enquanto durante o dia após as crises tenho os tais pensamentos compulsivos ou a cabeça fica a 1000.

Eu tenho problemas na ATM (Articulação Temporo-mandibular), problemas de oclusão, escuto um zumbido 24 horas e tensões na região da cabeça e desconforto total na oclusão, causando dores fortes na mandíbula.

O dentista disse que meu Stress é causado pelo meu problema de oclusão gerando problemas na ATM (Articulação Temporo-mandibular), depois que comecei a ter esse problema do zumbido e na ATM me tornei uma pessoa extremamente estressada, tem alguma coisa haver ATM com estresse evoluindo para ansiedade?

Resposta:

É mais provável o stress provocar o problema da ATM do que a ATM provocar Stress. Vida nova em país novo quase sempre é estressante.

 

Pergunta:

Sempre enfrentei os meus problemas, respondo quando necessário e para mim o trabalho é o mais importante na minha vida. Porém, desde criança somatizo doenças físicas, quando não consigo resolver um problema, não consigo aceitar que existem situações da qual não controlo.

Mas tudo isso sempre levei muito bem; no começo do ano enfrentei uma grande frustração profissional e pessoal que não dependia de mim e sim da indicação de terceiro, que se portou de forma traidora e vil, senti muita raiva e comecei a sentir palpitações frequentes.

Atualmente eu consegui desmarcar a pessoa e todos agora conhecem o seu verdadeiro caráter, mas ainda continuo com muitas palpitações e dores no peito. Tenho 38 anos e comecei a desenvolver aos 30 pressão alta, assim que assumi um cargo de direção de escola, através de concurso, tomava remédio e tudo corria bem.

Depois desse problema que enfrentei, mas agora está resolvido, continuo tendo as palpitação, fui ao psiquiatra que me receitou Alprazolam e depois Frontal, porém, no começo vai tudo bem, até diminui as palpitações, mas com o tempo de uso, começo a ter pesadelos e o sono fica péssimo. Relatei ao psiquiatra essa questão, principalmente que o problema profissional e pessoal havia resolvido.

Então ela retirou o remédio e acha que está tudo bem, mas estou tendo essa palpitações novamente e de forma muita mais violenta, também faço acompanhamento com psicanalista, cardiologista, a única coisa física encontrada foi extra-sístole, que o mesmo disse que muitos tem, mas não sentem nada físico, apenas os muito ansiosos sim.

Será que estou desenvolvendo Síndrome do Pânico? Minha psicanalista, acha que eu sou ótima e resolvo meus problemas, mas ando nem fazendo ginástica, pois tenho medo de morrer tendo ataque cardíaco.

Ah, já fui várias vezes no pronto socorro e não dá nada no Eletrocardiograma, estava muito chato e constrangedor.

Preciso ficar boa logo e retomar minhas ginásticas e voltar a sair como antes. Atualmente minha pressão anda estável, que bom, uma loucura de cada vez. Mas acho que necessito de um diagnóstico mais preciso.

Obrigada, pela atenção e desculpa o tamanho do texto, mas precisava desabafar.

Resposta:

Se você tem essa tendência a somatizar problemas e ter esses ataques de ansiedade (Ataques de Pânico são ataques de Ansiedade também), provavelmente uma combinação de antidepressivo por um tempo mais uma Psicoterapia Cognitivo Comportamental mais um curso de yoga deve melhorar muito sua qualidade de vida.

 

Pergunta:

Dr. Rubens Pitliuk, sofro muito de Ansiedade e tomava o Lexapro. Tenho gastrite nervosa. Parei o Lexapro e quero saber se a Gastrite pode voltar, pois é só eu ficar ansiosa que meu estômago dói.

Quando vou viajar tenho muito medo de passar mal ou algo me acontecer, como se fosse uma Síndrome do Pânico. Obrigada!

Pergunta:

Tenho gastrite nervosa e às vezes sinto indigestão. São sintomas terríveis: sinto tontura, dispneia, suo frio, parece que vou morrer e eu entro em desespero.

Estou ficando meio obcecada com horários, fico sentada sem me mexer horas após alimentação, fico contando a hora que vou me alimentar novamente. Isso pode ser Síndrome do Pânico?

Isso já me prejudica porque como pouco com medo de comer muito e passar mal, estou muito emagrecida.

Pergunta:

Tenho dois filhos. O de 21 anos tem gastrite nervosa que está sendo tratada.

O de 13 anos tem tido sintomas muito fortes de diarreia, algumas vezes acompanhada de vômitos, tremor e suor frio, sempre antes de sair; para a escola, passeio, futebol, em qualquer situação.

Estes sintomas se encaixam mais em Transtorno do Pânico ou gastrite?

Resposta para as perguntas acima:

Claro que existem muitas gastrites provocadas por alimentos, medicamentos, pela bactéria Helicobacter pilori, mas a maioria das gastrites que se vê são provocadas ou no mínimo pioradas por quadros de Ansiedade, entre eles o Transtorno do Pânico.